Imagem do Dr. Daniel Garcia, de braços cruzados, com a legenda "Fala, doutor!"

Recidiva, seguimento, cura e remissão em oncologia

Publicado em: 08/10/2021 - 14:10:40
Linha Fina

Nesta edição da coluna “Fala, doutor!”, saiba o que significam estes conceitos que confundem muitas pessoas

Por Dr. Daniel Garcia, oncologista clínico do A.C.Camargo Cancer Center


Quando o tratamento termina, muitos pacientes escutam de seus médicos oncologistas que se inicia o seguimento ou quais medicamentos adicionais serão necessários para manter o tumor em remissão. Ou, felizmente, que o câncer desapareceu e o paciente está curado. Neste momento, muitos têm dúvidas sobre qual é sua real situação e o que estes termos representam.

Seguimento

Todo paciente quando termina o tratamento que fez contra uma neoplasia maligna passa pela fase de seguimento, que significa fazer consultas médicas regulares mesmo estando sem sintomas. O paciente passa por exames físicos e outros que podem incluir análises laboratoriais e de imagem, com a finalidade de rastrear uma possível recidiva do câncer.

Cura e remissão

A cura significa que não há vestígios do câncer após o tratamento e que o tumor nunca mais voltará. 
A remissão significa que os sinais e sintomas do câncer estão reduzidos ou ausentes. A remissão pode ser parcial ou completa, quando todos os sinais e sintomas do câncer desapareceram. 

O paciente que permanece em remissão completa por cinco anos ou mais, normalmente, pode ser considerado curado. Mesmo assim, algumas células cancerosas podem permanecer no corpo por muitos anos após o tratamento e fazer com que o câncer volte um dia. 

Para os cânceres que retornam, a maioria acontece nos primeiros cinco anos após o tratamento. Mas, há uma chance de que o câncer volte mais tarde. Este é o motivo que leva os médicos a não conseguirem dizer com certeza se o paciente está curado.

Compreendendo a recidiva

Algumas células cancerosas podem permanecer despercebidas no corpo por anos após o tratamento. Se um câncer retorna após ter estado em remissão, é chamado de recidiva ou recorrência. 

O câncer pode reaparecer no mesmo local em que foi originalmente diagnosticado ou em uma parte diferente do corpo. Cada situação é diferente e não há como prever exatamente o que irá acontecer. O que podemos afirmar é se a probabilidade do câncer retornar é baixa ou alta. Para isto, o médico utiliza diversas ferramentas e informações sobre o câncer e o paciente.
 

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?
Ao continuar você confirma ter ciência de nossa Política de Privacidade e dos respectivos Avisos de Privacidade e Proteção de Dados presentes em nosso Portal de Privacidade.
CAPTCHA
Esta pergunta é para testar se você é humano e para evitar envios de spam

Veja também

O papel do enfermeiro navegador e seu impacto na jornada oncológica
Durante a jornada oncológica, pacientes do A.C.Camargo Cancer Center podem contar com a expertise dos enfermeiros navegadores. São profissionais altamente especializados em oncologia que atuam como um elo entre o paciente e todas as equipes (assistenciais e administrativas), desenvolvendo um trabalho fundamental para melhorar os...
"O homem não pode se descuidar de jeito nenhum!"
Sou Carlos Levy, tenho 75 anos, funcionário público aposentado e pai de cinco filhos. Também sou avô dos meus quatro queridos netos e casado com o amor da minha vida, Amália. Desde meus 50 anos tenho um compromisso comigo mesmo: fazer meus exames periódicos. Sigo...
2020, O Ano do Profissional de Enfermagem
Saiba mais sobre essa especialidade vital para o cuidado. Clique aqui caso tenha problemas para acessar o vídeo abaixo. video { width: 100%; height: auto; }
21/09: Dia Mundial do Doador de Medula Óssea
Em 21 de setembro é comemorado o Dia Mundial do Doador de Medula Óssea, que tem como objetivo a conscientização sobre a importância da doação de medula óssea. O procedimento servirá para o transplante, um tipo de tratamento que visa substituir uma medula óssea doente...
25/09 - Palestra Segurança do Paciente: participe!
A importância do paciente, acompanhante e cuidador no atendimento hospitalar Convidamos você para participar de uma palestra especial, onde falaremos sobre a importância de cada pessoa nas questões relacionadas à segurança de nossos pacientes. Será uma tarde de compartilhamento de muito conhecimento e experiências. Você...