Ampolas de vidro com a vacina para Covid-19

Quarta dose para pacientes com câncer: informações importantes sobre a vacina contra a covid-19

Publicado em: 14/02/2022 - 10:02:01
Linha Fina

Tire suas dúvidas sobre o processo de imunização para quem está em tratamento oncológico

Quarta dose para pacientes com câncer: é hora de comunicar à população a importância de as pessoas se vacinarem contra a covid-19 pela quarta vez, sobretudo quem está em um tratamento oncológico no A.C.Camargo.

Confira a seguir os pontos mais relevantes sobre a vacina.


Já tomei a terceira dose da vacina contra a covid-19. Quando poderei tomar a quarta dose?

O Programa Nacional de Imunizações (PNI) indica que as pessoas tomem a quarta dose da vacina contra a covid-19 quatro meses após a terceira dose, ou seja, cerca de 120 dias depois.


A quarta dose para pacientes com câncer pode ser de qualquer marca? Ou a vacina tem de ser de uma marca diferente das que eu já tomei?

Para adultos, para esta quarta dose, são oferecidas as vacinas da Pfizer, AstraZeneca ou CoronaVac
Preferencialmente, será aplicada uma vacina diferente da que o paciente recebeu nas duas primeiras doses.  

No caso de adolescentes imunocomprometidos, apenas a da Pfizer é oferecida.


O que pode acontecer se uma pessoa com câncer não tomar a quarta dose da vacina?

Nunca é demais enfatizar que, para o paciente em tratamento de um câncer, a quarta dose é fundamental, uma vez que, nesta população, o quadro de covid-19 pode apresentar sintomas mais graves.

E, mesmo em casos pouco sintomáticos, o tratamento oncológico precisa ser interrompido por 21 dias, então não deixe de se vacinar.


Pessoas com alto grau de imunossupressão: há recomendações especiais para a quarta dose? 

A lógica é mesma que já foi mencionada acima. Lembrando que são consideradas pessoas com alto grau de imunossupressão aquelas que:

•    Estão fazendo quimioterapia
•    Passaram por transplante de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) e estão em uso de drogas imunossupressoras
•    Usam corticoides em doses ≥20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por ≥14 dias
•    Tomam medicamentos que modificam a resposta imune
•    Têm imunodeficiência primária grave
•    Estão em terapia renal substitutiva (hemodiálise)
•    Sofrem com doenças intestinais inflamatórias
•    Têm doenças imunomediadas inflamatórias crônicas
•    Vivem com HIV/Aids

Para saber mais sobre a quarta dose, confira aqui o comunicado oficial da prefeitura de São Paulo.

Fonte: Doutor Ivan França, infectologista do A.C.Camargo 

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?
Ao continuar você confirma ter ciência de nossa Política de Privacidade e dos respectivos Avisos de Privacidade e Proteção de Dados presentes em nosso Portal de Privacidade.
CAPTCHA
Esta pergunta é para testar se você é humano e para evitar envios de spam

Veja também

A mamografia e o tumor de intervalo: entenda a relação
Em 5 de fevereiro, comemoramos o Dia Nacional da Mamografia. Esta data precisa mesmo ser comemorada, pois a mamografia é o exame capaz de diagnosticar o câncer de mama em seus estágios iniciais e salvar vidas de mulheres. O câncer de mama está em primeiro...
O papel do enfermeiro navegador e seu impacto na jornada oncológica
Durante a jornada oncológica, pacientes do A.C.Camargo Cancer Center podem contar com a expertise dos enfermeiros navegadores. São profissionais altamente especializados em oncologia que atuam como um elo entre o paciente e todas as equipes (assistenciais e administrativas), desenvolvendo um trabalho fundamental para melhorar os...
"O homem não pode se descuidar de jeito nenhum!"
Sou Carlos Levy, tenho 75 anos, funcionário público aposentado e pai de cinco filhos. Também sou avô dos meus quatro queridos netos e casado com o amor da minha vida, Amália. Desde meus 50 anos tenho um compromisso comigo mesmo: fazer meus exames periódicos. Sigo...
15 de setembro - Dia mundial de conscientização sobre linfomas
Como se prevenir deles? Indo ao médico assim que perceber os sintomas. Então apareceu um gânglio diferente no pescoço, ou na axila, ou na virilha, que não dói, mas você sente extremo cansaço, febre, está suando à noite e também perdendo peso sem razão aparente...
15/09 - Dia Mundial de Conscientização sobre Linfomas
A conversa de hoje é sobre linfomas. Entre os 10 tipos de câncer mais frequentes na população brasileira está o linfoma, que é caracterizado pelo aumento de um gânglio linfático, causando um "inchaço" no local. Existe até um Dia Mundial de Conscientização sobre Linfomas, que...