Arte gráfica em verde claro com uma imagem de uma mulher de costas com a mão no queixo.

Mioma no útero poderia ser um sinal de câncer?

Publicado em: 22/03/2021 - 07:03:00
Linha Fina

Quase sempre sem sintomas, quadro pode atingir até 70% das mulheres em fase reprodutiva

Algumas mulheres podem detectar um mioma (fibromioma) no útero ao fazer exames de rotina como o ultrassom pélvico.

Apesar do nome assustador, não há motivo para tensão: esse tipo de tumor é benigno, originário da proliferação da camada muscular do órgão, chamada de miométrio.

Geralmente, um mioma uterino não apresenta sintomas. Algumas pacientes relatam sangramentos e/ou algumas dores e urgência para urinar, relacionados ao aumento do volume e à compressão dos órgãos junto ao útero. 


Mioma uterino poderia desencadear um câncer?

"Os sarcomas uterinos são tumores malignos da camada muscular, mas não surgem a partir de miomas. Eles crescem e morrem benignos", explica o Dr. Glauco Baiocchi Neto, líder do Centro de Referência em Tumores Ginecológicos do A.C.Camargo Cancer Center.

O tratamento para o mioma de útero é realizado somente nos casos em que há sintomas, principalmente aqueles ligados ao tamanho do nódulo e ao desconforto. 

Cada caso é tratado individualmente: eles podem incluir a retirada completa do mioma (miomectoma) até a embolização, uma espécie de cateterismo que bloqueia a vascularização do mioma.


Como evitar o mioma

Não existe prevenção para esses nódulos. Estima-se que pelo menos 70% das mulheres devem desenvolver algum tipo de mioma ao longo de sua vida reprodutiva.

Ainda não é possível dizer o que causa os miomas, mas algumas pesquisas apontam para fatores hormonais, étnicos e hereditários. “Alguns grupos, como mulheres de origem asiática ou negras, possuem maior probabilidade de desenvolver mioma no útero”, diz o Dr. Baiocchi.

A incidência é maior em mulheres com mais de 40 anos e próximas da menopausa, mas o mioma pode surgir em qualquer momento da vida reprodutiva.


Sobre os tumores ginecológicos 

Em março, mês da mulher, publicamos diversos conteúdos informativos para prevenção e conscientização do câncer ginecológico.

Os tumores ginecológicos atingem, a cada ano, mais de 30 mil mulheres, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca).

A alta incidência decorre da descoberta tardia, uma vez que os sintomas são ausentes ou inespecíficos na fase inicial do tumor.

No entanto, baseado no histórico da paciente, nos exames clínicos e na análise anatomopatológica, é possível antecipar o diagnóstico e obter um tratamento mais efetivo.

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?
Ao continuar você confirma ter ciência de nossa Política de Privacidade e dos respectivos Avisos de Privacidade e Proteção de Dados presentes em nosso Portal de Privacidade.
CAPTCHA
Esta pergunta é para testar se você é humano e para evitar envios de spam

Veja também

HPV: vacina previne vários tipos de câncer
O HPV, também conhecido como papilomavírus humano, é uma doença sexualmente transmissível (DST). Esse vírus pode ser transmitido por relações sem proteção e infectar pele ou mucosas. A boa notícia é que há uma vacina para inibir o HPV, mas o problema é que existe...
Conheça os tipos de câncer que podem acometer o útero
O útero é um dos órgãos do sistema reprodutor feminino. Ele tem o formato de uma pera invertida e é dividido em duas partes: o corpo e o colo do útero. O corpo do útero tem duas camadas, a interna, ou endométrio; e a externa...
Tumores ginecológicos: uma seleção de conteúdos para você saber tudo sobre a saúde da mulher
Tumores ginecológicos: mais de 30 mil mulheres são diagnosticadas anualmente, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA). Uma vez que os sintomas são ausentes ou inespecíficos na fase inicial do tumor, muitas vezes fica complicado perceber precocemente um câncer de colo de útero...
Tumores ginecológicos além do colo de útero: informe-se e cuide de você!
Os tumores ginecológicos envolvem muito mais do que o câncer de colo de útero, o terceiro mais frequente em mulheres. Estima-se que, em 2020, cerca de 16 mil novos casos de câncer de colo de útero foram diagnosticados no Brasil, assim como 6650 novos casos...
Podcast Rádio Cancer Center #39 - Sinais e sintomas de um câncer ginecológico: previna-se!
Câncer ginecológico, um problema que atinge mais de 30 mil mulheres a cada ano, segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer). São tumores no colo de útero, endométrio, ovário, vulva e vagina. A alta incidência decorre da descoberta tardia, uma vez que os sintomas são...