Arte gráfica com fundo verde escuro. Ao lado direito, uma mulher branca está com touca médica e máscara de proteção manipulando um soro fisiológico.

Imunoterapia: saiba em quais casos o tratamento é eficaz para tumores colorretais

Publicado em: 19/02/2021 - 14:02:19
Tratamento
Diagnóstico
Imunoterapia
Tumores Colorretais
Cólon
Linha Fina

Diferentemente da quimioterapia, que atua diretamente na célula tumoral, a imunoterapia ativa o nosso sistema imunológico para combater o câncer 

A imunoterapia é um tratamento inovador que funciona como agente do bem em nosso organismo: ele dá um comando para que o sistema imunológico reconheça e destrua as células tumorais. Para funcionar, a imunoterapia se liga a proteínas presentes em alguns tipos de tumores e nas células do sistema imunológico.

Com isso, os efeitos colaterais costumam ser menores do que aqueles sentidos durante o tratamento por quimioterapia convencional.

Hoje estão disponíveis dois tipos de imunoterapia: os anticorpos monoclonais anti-PD1/PD-L1 e os anticorpos anti-CTLA4. Ambos são de administração intravenosa.


Imunoterapia x câncer de cólon

Contudo, o tratamento não funciona para todos os tipos de tumores. "Sabe-se que apenas que uma parcela muito pequena dos pacientes com tumores colorretais se beneficia de tratamento com imunoterápico", explica o Dr. Celso Abdon, líder do Centro de Referência em Tumores Colorretais do A.C.Camargo Cancer Center. "São pacientes que apresentam metástases e cujo tumor mostra alteração nos genes de reparo do DNA. Isso ocorre em aproximadamente 5% dos tumores colorretais".

Uma das vantagens da imunoterapia é não provocar efeitos colaterais na produção de glóbulos brancos e, consequentemente, os pacientes não apresentam queda dos níveis de leucócitos, que são as células que fazem a defesa contra bactérias, por exemplo. Desta forma, o risco de infecção e internação é reduzido.


Imunoterapia: efeitos

A imunoterapia é bem tolerada de forma geral, mas nem por isso deixa de ter efeitos colaterais. Os mais frequentes são falta de ar, coceira na pele e diarreia.

"No geral, os efeitos da imunoterapia são fáceis de serem tratados. Em tratamentos específicos, podem ser mais frequentes e severos, mas são casos raros", diz.

Clique aqui e conheça os sinais e sintomas do câncer de cólon. Para saber mais sobre nosso Atendimento Oncológico Protegido e outras notícias sobre câncer, clique aqui.

Celso Abdon Lopes de Mello

Veja também

Câncer colorretal, prevenção e diagnóstico precoce
Confira um infográfico com medidas preventivas e curiosidades Câncer colorretal: quem o descobre precocemente conta com até 90% de chances de sucesso no tratamento. E isso é muita coisa, já que um tumor colorretal, também conhecido como câncer de cólon e reto, é o segundo...
15/09 - Dia Mundial de Conscientização sobre Linfomas
A conversa de hoje é sobre linfomas. Entre os 10 tipos de câncer mais frequentes na população brasileira está o linfoma, que é caracterizado pelo aumento de um gânglio linfático, causando um "inchaço" no local. Existe até um Dia Mundial de Conscientização sobre Linfomas, que...
Dia do médico patologista: profissional dedicado ao diagnóstico
A especialidade, cuja data comemora-se em 5 de agosto, realiza o diagnóstico de células e tecidos Dia do médico patologista: O diagnóstico de um câncer passa, antes de tudo, pelas mãos de um profissional fundamental: o(a) médico patologista. Ele(a) estuda as alterações observadas nas células...
Tumor de tireoide pode ter origem na metástase de outros órgãos
Análise evidencia a importância do conhecimento dos aspectos morfológicos dos pacientes para identificar a origem da doença, cujo dia é lembrado em 25 de maio O Dia Internacional da Tireoide, em 25 de maio, é mais uma ocasião para lembrar que o câncer nessa glândula...
Microbioma, a ciência que faz diferença
Assista ao vídeo e entenda como bactérias, vírus e fungos podem interferir na prevenção e no tratamento do câncer Dentro do corpo humano vive uma série de microrganismos, a chamada microbiota. São bactérias, vírus e fungos que interferem positiva ou negativamente na nossa saúde. O...