Governança de dados em saúde

Publicado em: 24/06/2021 - 16:06:33
Institucional
Tratamento
Inovação e tecnologia
Next Frontiers
Linha Fina

Marcelo Félix, do InovaHC, explica a importância do tema para a área da saúde e aponta possíveis caminhos para gerar valor a partir de dados/informação com estrutura de governança

O tema governança de dados em saúde é pouco discutido na atualidade. Durante sua palestra na 5ª edição do Next Frontiers to Cure Cancer, Marcelo Félix, do Núcleo de Inovação do Hospital das Clínicas (InovaHC), explica que vivemos um período de desaquecimento da inteligência artificial devido à governança de dados.
 
Na área da saúde, os dados são muitos e complexos e, em grande parte, limita-se às informações de prontuário. O espaço entre as visitas do paciente à Instituição de saúde (que gera os dados de prontuário) contém muitas informações que são perdidas (missing data) e essenciais para criar modelos preditivos, com informações que mostram o indivíduo e seus hábitos em seu contexto real.
 
Marcelo salienta que não há uma fórmula definitiva para gerar valor e para resolver essa “bagunça” formada por uma grande quantidade de dados, que são complexos e não estruturados. Ter uma iniciativa focada nessa área, com esforços institucionais e da alta gestão para criar uma cultura de dados é um dos caminhos.
 
O palestrante finaliza explicando que a governança de dados é complicada na prática,  que pede a criação de um fluxo para montar a esteira de informações em todas as camadas hierárquicas. E isso envolve novos processos que possibilitam viver ao lado da inteligência de dados.

Ainda dá tempo de participar do Next! Clique aqui e faça a sua inscrição.

 

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?

Veja também

O propósito está em todas as nossas ações
O propósito está em todas as nossas ações Desde o início, há 66 anos, buscamos o propósito de combater o câncer paciente a paciente. Os novos métodos diagnósticos, os tratamentos disponíveis, o investimento em tecnologia, em ensino e pesquisa são meios que beneficiam e possibilitam...
Um cisto no ovário pode estar relacionado a um câncer?
Cisto no ovário, uma preocupação que pode surgir entre algumas mulheres. Os ovários são órgãos responsáveis pela produção dos hormônios sexuais femininos e pelo armazenamento dos óvulos. São duas glândulas localizadas na cavidade pélvica da mulher, com formato parecido ao de uma amêndoa. A partir...
Câncer em Pauta: Especialistas do A.C.Camargo participam de debate sobre o avanço do combate ao câncer
Nesta semana, dias 29 e 30/03, a Folha de S.Paulo promoverá o fórum "O Futuro do Combate ao Câncer", reunindo médicos, pesquisadores, especialistas e ex-pacientes para debater assuntos como a pesquisa de novas drogas e tratamentos, atendimento interdisciplinar, orçamentos hospitalares e a importância da comunicação...
Programa de navegação
Você sabe o que é um enfermeiro navegador e qual o seu trabalho? Este profissional é o elo entre o paciente e a equipe assistencial e desenvolve um trabalho fundamental para melhorar os resultados do tratamento contra o câncer. “Os navegadores são profissionais da enfermagem...
Sarcomas: A.C.Camargo integra grandiosa pesquisa para entender melhor esses raros tumores
Sarcomas são tumores raros. Os mais comuns atingem as chamadas partes moles, como músculos, gordura, tendões, ligamentos, vasos sanguíneos, nervos periféricos e outros tecidos. Com o objetivo de entender melhor esses raros tumores e implementar melhores práticas que possam ser replicadas em vários países, o...