Fluxo seguro e reduzido para pacientes de quimioterapia e consultas ambulatoriais

Publicado em: 25/05/2021 - 17:05:50
Prevenção
Tratamento
Quimioterapia
Linha Fina

Pacientes que acessam a unidade Antônio Prudente pelo estacionamento em direção ao setor de quimioterapia ou consultórios contam com fluxo específico, possibilitando circular menos pelas dependências da Instituição

Durante a pandemia, todos os pacientes que chegam ao A.C.Camargo Cancer Center contam com um fluxo para recebê-los de forma segura. Para aqueles que acessam a unidade Antônio Prudente pelo estacionamento para fazer quimioterapia ou consulta ambulatorial, existe um fluxo específico. Após passar pela triagem para verificar a existência de sintomas de doença respiratória, o paciente consegue acessar seu local de destino circulando menos pelas dependências da Instituição.

“O paciente que segue um caminho mais curto até o consultório ou ao setor de quimioterapia consegue minimizar o contato que tem com outras pessoas. Ao reduzir a circulação de um público específico, temos redução de pessoas circulando de modo geral, o que beneficia a todos”, explica Flávia Aldighieri, superintendente de Foco do Paciente.

Essa medida faz parte do Atendimento Oncológico Protegido, um conjunto de processos para o paciente prosseguir com seu tratamento de forma segura em tempos de pandemia. Todas as práticas adotadas estão de acordo com as diretrizes da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde. Clique aqui e conheça as nossas principais medidas.


Saiba mais sobre a triagem nas recepções

Ao chegar em qualquer uma das unidades do A.C.Camargo, o paciente é recebido por um de nossos profissionais devidamente paramentado para realizar a triagem de todos que chegam à Instituição, sejam pacientes ou acompanhantes. Neste momento, é aplicado um questionário que avalia sintomas respiratórios e sua temperatura é medida.

Caso o paciente apresente sintomas compatíveis com os da Covid-19, é encaminhado para a Emergência. A orientação ao acompanhante que apresente qualquer sintoma gripal e/ou temperatura elevada é que não siga acompanhando o paciente dentro da Instituição, devendo procurar ajuda médica conforme orientações do Ministério da Saúde.

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?

Veja também

Novo Coronavírus e câncer infantil: conheça os cuidados necessários para os pequenos
A Covid-19 pode ser assintomática ou apresentar sintomas leves em crianças, mas nem por isso elas devem se descuidar O novo Coronavírus inspira cuidados também com as crianças. A pandemia do novo Coronavírus mudou a rotina de muitas famílias e, em muitos casos, intensificou a...
9 fatores que podem contribuir para o câncer de boca
O câncer de boca pode se desenvolver no seu revestimento interno (mucosa bucal), nas gengivas, nos dois primeiros terços da língua, no soalho bucal (a parte que fica embaixo da língua), no céu da boca e na área atrás dos dentes do siso, chamada trígono...
Os efeitos colaterais da quimioterapia
O paciente diagnosticado com câncer pode, em algum momento, ser submetido à quimioterapia e, embora não tenha a real dimensão do tratamento, já chega ao consultório médico ciente de que a abordagem é acompanhada de algumas consequências, como queda de cabelo, infecções, febre e vômito...
Obesidade e a prevenção do câncer
Estimativas mostram que cerca de 600 mil brasileiros receberão o diagnóstico de câncer em 2017. E, cada vez mais, os estudos revelam que nossos hábitos podem influenciar na saúde. Com o câncer não é diferente. Tabagismo, obesidade, infecção por HPV estão entre os fatores de...
Dia Internacional do Câncer Infantil: pais devem estar atentos aos sinais e sintomas da doença
Dia 15 de fevereiro é Dia Internacional do Câncer Infantil. A data foi instituída pela Childhood Cancer International (CCI) e reforça a importância de pais e responsáveis estarem atentos aos sinais e sintomas do câncer em crianças. O câncer em crianças e adolescentes costuma ter...