“A vida muda muito após o câncer e quero aproveitar para curtir quem eu amo” Pular para o conteúdo principal

“A vida muda muito após o câncer e quero aproveitar para curtir quem eu amo”

 
Publicado em:

“A vida muda muito após o câncer e quero aproveitar para curtir quem eu amo”

 

Conheça a história de Wagner Domingues, paciente do A.C.Camargo Cancer Center que enfrentou um câncer de bexiga

 

Publicado em:

Senhor Wagner sentado ao lado direito de sua esposa

Senhor Wagner sentado ao lado direito de sua esposa

 

Conheça a história de Wagner Domingues, paciente do A.C.Camargo Cancer Center que enfrentou um câncer de bexiga

 

 

Sou Wagner Domingues, tenho 67 anos, pai da Caroline e avô de dois netinhos muito queridos, Marina e Daniel. Sou casado com a Rosely, minha companheira fiel na jornada da vida e juntos moramos em Santos/SP, mas nasci na capital paulista.

Apesar de morar na praia, confesso que meus olhos ainda brilham ao chegar na selva de pedra.

No passado, já tive algumas idas frequentes ao hospital por conta de alguns problemas nos rins. Tive até que retirar um dos órgãos e, em uma biópsia rotineira da bexiga, o resultado do exame indicou que algo não estava bem.

O diagnóstico foi preciso para câncer. O médico que me atendeu na época indicou o A.C.Camargo Cancer Center para iniciar meus tratamentos e disse que uma equipe de ponta estaria preparada para me atender.

Fui atendido pelo Dr. Stênio de Cássio Zequi, médico urologista, que pediu mais exames, explicou meu caso e indicou a Dra. Milena Shizue Tariki, para inicialmente fazer radioterapia e quimioterapia. Após isso, fiz uma cirurgia para retirada da bexiga e outra para os tumores, que durou nove horas.

Fiquei até mesmo um tempo internado na UTI para me recuperar.

Alguns meses depois, contraí Covid-19, o que me deixou ainda mais distante da minha família, que eu não podia ver por conta dos rígidos e necessários protocolos de segurança. Nesse meio tempo, também tive uma hérnia, precisei fazer outra cirurgia e fiquei bem.

Sorte a nossa que inventaram as videochamadas, assim ajudava a diminuir um pouco a saudade que sentia dos meus netos.

Passado tudo isso, hoje estou 10! Tive uma grande ajuda da minha família neste período, e claro que reaprendi a viver em muitas situações. O Dr. Stênio sempre me mostrou toda a confiança possível, o que fez toda a diferença, bem como toda a equipe interdisciplinar, compreendendo, hospitalistas, infectologista, nefrologista, equipe cirúrgica, nutricionista, fisioterapeutas e equipe de enfermagem.

Se eu tenho planos para o futuro? Claro, quero viver intensamente. A vida muda muito após o câncer e quero aproveitar para curtir quem eu amo.

 

 

Senhor Wagner sentado ao lado de sua esposa
"
O Wagner é meu parceiro da vida! Estamos juntos o tempo todo e com a notícia do câncer não foi diferente. Claro que tivemos momentos muito difíceis, ele precisou ser internado diversas vezes, o que nos deixou bastante apreensivos. Sou muito apegada a ele
Esposa de Wagner Domingues, Rosely Domingues

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?
Ao continuar você confirma ter ciência de nossa Política de Privacidade e dos respectivos Avisos de Privacidade e Proteção de Dados presentes em nosso Portal de Privacidade.
CAPTCHA
Esta pergunta é para testar se você é humano e para evitar envios de spam

Veja também

A bebida alcoólica eleva o risco de um câncer de boca?
A bebida alcoólica pode ser, sim, um fator de risco para o desenvolvimento de um câncer. Essa associação ocorre não apenas para um tumor de cabeça e pescoço, como boca, faringe e laringe. O álcool também pode implicar problemas no...
Pesquisa aponta aumento da incidência de câncer de orofaringe associado a infecção por vírus HPV
Neste Julho Verde, mês de conscientização sobre o combate aos tumores de cabeça e pescoço, conheça este estudo feito na cidade de São Paulo, que analisou mais de 15 mil casos de câncer de boca e orofaringe O papilomavírus humano...
O Doutor Luiz Paulo Kowalski, branco, careca e com barba grisalha, de jaleco
Podcast Rádio Cancer Center #18 - Julho Verde: sinais e sintomas do câncer de tireoide
Julho Verde: você já ouviu falar dessa campanha? Ela é a bandeira do mês de conscientização mundial sobre o combate aos tumores de cabeça e pescoço. O câncer de tireoide é um dos mais comuns: as projeções do Instituto Nacional...
Podcast Rádio Cancer Center #17 - Câncer de pele: atenção aos sinais e sintomas
Uma conversa para aprender a reconhecer os alertas que pedem uma consulta médica Câncer de pele: o Instituto Nacional de Câncer (Inca) classifica o tumor cutâneo não melanoma como o mais frequente no Brasil, correspondendo a cerca de 30% de...
Doutor Renato de jaleco por trás de um laço da campanha Outubro Rosa
Podcast Rádio Cancer Center #16 - Os sinais e sintomas do câncer de mama
Câncer de mama: o Instituto Nacional de Câncer (Inca) estima 66.280 novos casos para cada ano do triênio 2020-2022. Assim, é vital que as pessoas se atentem a sinais e sintomas e, ao notá-los, procurem ajuda médica. Com a palavra...