Tumores gastrointestinais: resultados promissores para o adenocarcinoma esofagogástrico

Publicado em: 04/06/2020 - 12:06:22

Por Victor Hugo Fonseca de Jesus, oncologista clínico do A.C.Camargo Cancer Center

Foi apresentado o DESTINY-Gastric01, um estudo randomizado, de fase II, envolvendo 187 pacientes com adenocarcinoma esofagogástrico avançado HER2 positivo. Ele comparou o Trastuzumabe Deruxtecan com a quimioterapia de escolha do investigador.

O estudo foi realizado em 48 instituições no Japão e outras 18 na Coreia do Sul. 

Significa uma evolução, pois não havia dados a respeito da efetividade de terapias anti-HER2 para pacientes com adenocarcinoma esofagogástrico previamente tratados com Trastuzumabe.


Como funciona

O Trastuzumabe Deruxtecan consiste em um anticorpo monoclonal humanizado conjugado a um quimioterápico inibidor de topoisomerase I.

Após ligação da medicação ao HER2 (membrana localizada na membrana celular do tumor), a droga é internalizada e a ligação entre o Trastuzumabe e o quimioterápico é quebrada por ação de enzimas nos lisossomos. Depois, o quimioterápico é liberado dentro da célula, desencadeando a morte da célula.


Objetivo 

Terapias anti-HER2 foram testadas em pacientes com adenocarcinoma esofagogástrico previamente tratados com Trastuzumabe, sem sucesso. Tratamentos com Lapatinibe e TDM-1 falharam em trazer benefícios aos pacientes.

O campo de agentes conjugados anticorpo-quimioterápico sofreu grandes avanços nos últimos anos. Isso culminou no desenvolvimento de moléculas com maior afinidade aos receptores e melhores características físico-químicas, otimizando a atividade anti-tumoral. 

Foi nesse cenário que o Trastuzumabe Deruxtecan foi desenvolvido por pesquisadores japoneses da Daiichi Sankyo.


Principal novidade e benefícios

O estudo demonstrou ganhos significativos em termos de sobrevida global (mediana: 12,5 vs. 8,4 meses) e de taxa de resposta radiológica (51 vs. 14%).

Como o adenocarcinoma esofagogástrico HER2 positivo é uma doença de comportamento agressivo, esta nova terapia de alta efetividade traz esperanças aos 15-20% de pacientes com tumores de esôfago ou estômago que expressam essa proteína.

Assim, o estudo demonstra grande potencial para tratamento, e aponta o caminho para o desenvolvimento de terapias voltadas contra outras proteínas presentes em células tumorais.

Um dos aspectos negativos da droga é o risco de 10% de desenvolver pneumonite (inflamação no pulmão) ou doença intersticial pulmonar. Outras toxicidades também foram mais frequentes quando comparadas à quimioterapia de escolha do investigador, como a toxicidade hematológica (anemia, queda de glóbulos brancos e queda de plaquetas) e náuseas/vômitos.


Conclusões 

Esta droga é extremamente promissora. O impacto positivo é enorme, abrindo caminho para uma nova geração de drogas e para o tratamento de doenças graves e consideradas anteriormente refratárias ao tratamento.

Victor Hugo Fonseca de Jesus

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?
Ao continuar você confirma ter ciência de nossa Política de Privacidade e dos respectivos Avisos de Privacidade e Proteção de Dados presentes em nosso Portal de Privacidade.
CAPTCHA
Esta pergunta é para testar se você é humano e para evitar envios de spam

Veja também

O papel do enfermeiro navegador e seu impacto na jornada oncológica
Durante a jornada oncológica, pacientes do A.C.Camargo Cancer Center podem contar com a expertise dos enfermeiros navegadores. São profissionais altamente especializados em oncologia que atuam como um elo entre o paciente e todas as equipes (assistenciais e administrativas), desenvolvendo um trabalho fundamental para melhorar os...
"O homem não pode se descuidar de jeito nenhum!"
Sou Carlos Levy, tenho 75 anos, funcionário público aposentado e pai de cinco filhos. Também sou avô dos meus quatro queridos netos e casado com o amor da minha vida, Amália. Desde meus 50 anos tenho um compromisso comigo mesmo: fazer meus exames periódicos. Sigo...
2020, O Ano do Profissional de Enfermagem
Saiba mais sobre essa especialidade vital para o cuidado. Clique aqui caso tenha problemas para acessar o vídeo abaixo. video { width: 100%; height: auto; }
21/09: Dia Mundial do Doador de Medula Óssea
Em 21 de setembro é comemorado o Dia Mundial do Doador de Medula Óssea, que tem como objetivo a conscientização sobre a importância da doação de medula óssea. O procedimento servirá para o transplante, um tipo de tratamento que visa substituir uma medula óssea doente...
7 passos para pacientes com câncer manterem a mente calma
Pacientes com câncer são afetados em qualquer idade. Existem, porém, formas de eles se manterem calmos e positivos, conforme se vê nas dicas abaixo. São ideias que valem não apenas para quem está em tratamento, mas também para quem faz parte desses pacientes com câncer...