Touca de resfriamento previne queda de cabelo causada pela quimioterapia

Publicado em: 11/10/2021 - 08:10:31
Tratamento
Prevenção
Quimioterapia
Linha Fina

Efeito colateral do tratamento é minimizado no A.C.Camargo Cancer Center

A touca de resfriamento, também conhecida como touca hipotérmica ou crioterapia capilar, é uma aliada fundamental para pacientes que fazem quimioterapia

Em 2020, por exemplo, a Instituição realizou 29.388 sessões de quimioterapia. Como a queda de cabelo é um efeito colateral importante desse tipo de tratamento, a touca de resfriamento, ao reduzir a queda de cabelo de forma importante, ajuda a preservar a saúde psicológica, a autoestima e a privacidade do paciente em sua vida pessoal.

Ou seja, o fato de a pessoa se sentir bem contribui para que ela se mantenha mais forte para seguir com os cuidados necessários e não abandonar o tratamento.

A touca é colocada 30 minutos antes do início da quimioterapia. O paciente permanece com ela durante toda a sessão e, depois, por mais 60 a 90 minutos, a depender do protocolo.

Por fim, a touca é retirada e o paciente fica por mais 10 minutos em observação.


Touca de resfriamento: como funciona

A quimioterapia mira todas as células de divisão rápida no organismo. 

Nos fios capilares, a divisão celular acontece de forma muito rápida, por isso muitos quimioterápicos causam a queda do cabelo – costuma começar a cair duas semanas após o início do tratamento.

É aí que entra a touca, que fica acoplada a uma serpentina que sai de uma caixa de resfriamento. O líquido de refrigeração circula na serpentina a uma temperatura de 4ºC para que o couro cabeludo se mantenha em torno de 11ºC. 

Essa baixa temperatura promove uma vasoconstrição na região, dificultando que a droga utilizada na quimioterapia penetre e danifique o folículo capilar, fazendo com que a perda dos fios seja menor.

“O percentual de cabelos preservados com o uso da touca varia de acordo com o protocolo, mas, segundo alguns estudos, a touca preserva em torno de 40 a 60% dos fios do paciente”, conta Aline Maranhão Matis Pereira, enfermeira supervisora responsável pelos setores de quimioterapia, imagem e ambulatórios da unidade Pires da Mota.


Contraindicações

Muitos pacientes têm se beneficiado com a touca de resfriamento. Entre agosto de 2020 e o começo de agosto de 2021, por exemplo, foram 897 sessões de crioterapia realizadas no A.C.Camargo, somadas as unidades Antônio Prudente e Pires da Mota.

Indicada apenas para pacientes que fazem quimioterapia, porém, a touca apresenta restrições para pacientes com tumores que afetam o couro cabeludo, linfomas e leucemias.

Segundo a enfermeira Aline Matis, para que não haja dúvida, o paciente deve perguntar a seu médico se está apto a se submeter ao tratamento com a touca de resfriamento, pois apenas o doutor pode avaliar isso e fazer a prescrição.

Mesmo que o plano de saúde cubra as sessões quimioterapia, este serviço da touca de resfriamento é disponibilizado para os pacientes apenas de forma particular.

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?

Veja também

Tumores Urológicos no Next Frontiers to Cure Cancer 2021
O Next Frontiers to Cure Cancer é um congresso internacional organizado pelo A.C.Camargo Cancer Center para discutir os principais avanços em pesquisa e inovação em diagnóstico e tratamento do câncer. Voltado para médicos, cientistas e multiprofissionais de diversas áreas, como enfermeiros, fisioterapeutas, entre outros, o...
Podcast Rádio Cancer Center #20 - O cirurgião oncológico
Conheça o papel deste especialista essencial A conversa de hoje é sobre o papel do cirurgião oncológico. Vamos falar da atuação desse especialista que é vital para o tratamento do câncer. Trata-se de um profissional que não somente é preparado para conduzir cirurgias de alta...
Fonoaudiologia em Vídeo: como funciona a residência
Assista a este capítulo da série Os Bastidores da Luta contra o Câncer e entenda como essa especialidade é fundamental na reabilitação dos pacientes A residência multidisciplinar em fonoaudiologia do A.C.Camargo Cancer Center prima pela excelência, conforme atesta a residente Rebeca Torezim. Ela encontrou na...
Tumores do aparelho digestivo alto: inovações e desafios no tratamento cirúrgico
A terapia adjuvante e outros aspectos terapêuticos do raro colangiocarcinoma O colangiocarcinoma é um tipo de câncer de vias biliares, cujas células epiteliais mutantes são oriundas dos dutos que drenam a bile do fígado para o intestino delgado. Mais um assunto destacado neste sábado (18/5)...
Avanços em carcinoma renal e as necessidades do pacientes
Simpósio proporcionou um momento único para debate sobre a doença Por José Augusto Rinck Jr., oncologista clínico O Simpósio de Avanços em Carcinoma Renal foi um dia todo dedicado ao câncer de rim, com palestras e discussões sobre os mais recentes avanços terapêuticos e as...