Quais os procedimentos pré-transplante de medula óssea?

Publicado em: 19/06/2019 - 15:06:51

No terceiro texto da série sobre TMO, saiba mais sobre o passo a passo que é feito antes da infusão da medula óssea

Por Daniel Garcia, oncologista clínico, e Jayr Schmidt, head de Hematologia

Os esquemas de transplante de células hematopoiéticas variam de um paciente para outro e dependem do tipo de câncer, do programa de tratamento usado, das características individuais de cada paciente e de outros fatores. 

Avaliação da Saúde

Antes de se submeter ao transplante de células hematopoiéticas é realizada uma avaliação completa da saúde do paciente. O histórico de saúde é revisado pela equipe de transplantes e a maioria dos pacientes também realiza diversos exames. A saúde mental é avaliada devido ao estresse e às demandas do transplante de células-tronco; alguns pacientes são acompanhados por um profissional de saúde mental para discutir preocupações e planejar estratégias de enfrentamento. 

Como os pacientes que recebem medula óssea de doador são hospitalizados por várias semanas ou meses, é importante que ele tenha uma compreensão clara do que vai acontecer e planejar antecipadamente possíveis necessidades de sua família, casa, finanças, animais de estimação e emprego. O paciente deve entender que precisará de tratamento e monitoramento intensivos, mas que há benefícios a longo prazo.

Acesso Venoso

Um número grande de medicamentos será necessário antes, durante e após o transplante de células hematopoiéticas. Para evitar a necessidade de múltiplos acessos intravenosos e picadas de agulha, a maioria dos pacientes terá um acesso central colocado antes do início do tratamento. Isso requer um procedimento cirúrgico curto para inserir um tubo de plástico fino e flexível em uma veia grande no peito, acima do coração. 
O acesso geralmente tem duas ou três portas, que podem ser usadas para infundir medicamentos ou derivados do sangue como concentrados de hemácias e plaquetas, além das próprias células-tronco hematopoiéticas que serão transplantadas. Depois que o acesso central é colocado, deve-se manter a área limpa e observar sinais e sintomas de infecção (dor, vermelhidão, inchaço, drenagem de líquido do local, febre ou calafrios). 

Coleta de Células-tronco Hematopoiéticas

A coleta de células-tronco do sangue periférico é semelhante ao processo de doação de plaquetas. É utilizado um aparelho, chamado de dispositivo de aférese, que remove as células-tronco hematopoiéticas por um processo de filtração. O sangue é removido de uma veia em um local, processado e, em seguida, devolvido a uma veia em outro local. O processo não requer anestesia ou hospitalização. 

Para que haja um número suficiente de células-tronco hematopoiéticas no sangue, o paciente deve primeiro ser tratado com quimioterapia ou um fator de crescimento que estimula a produção e liberação de células-tronco hematopoiéticas no sangue. Doadores saudáveis só recebem fator de crescimento; os pacientes com câncer podem receber apenas fator de crescimento ou quimioterapia mais fator de crescimento.

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?
Ao continuar você confirma ter ciência de nossa Política de Privacidade e dos respectivos Avisos de Privacidade e Proteção de Dados presentes em nosso Portal de Privacidade.
CAPTCHA
Esta pergunta é para testar se você é humano e para evitar envios de spam

Veja também

A mamografia e o tumor de intervalo: entenda a relação
Em 5 de fevereiro, comemoramos o Dia Nacional da Mamografia. Esta data precisa mesmo ser comemorada, pois a mamografia é o exame capaz de diagnosticar o câncer de mama em seus estágios iniciais e salvar vidas de mulheres. O câncer de mama está em primeiro...
O papel do enfermeiro navegador e seu impacto na jornada oncológica
Durante a jornada oncológica, pacientes do A.C.Camargo Cancer Center podem contar com a expertise dos enfermeiros navegadores. São profissionais altamente especializados em oncologia que atuam como um elo entre o paciente e todas as equipes (assistenciais e administrativas), desenvolvendo um trabalho fundamental para melhorar os...
"O homem não pode se descuidar de jeito nenhum!"
Sou Carlos Levy, tenho 75 anos, funcionário público aposentado e pai de cinco filhos. Também sou avô dos meus quatro queridos netos e casado com o amor da minha vida, Amália. Desde meus 50 anos tenho um compromisso comigo mesmo: fazer meus exames periódicos. Sigo...
15/09 - Dia Mundial de Conscientização sobre Linfomas
A conversa de hoje é sobre linfomas. Entre os 10 tipos de câncer mais frequentes na população brasileira está o linfoma, que é caracterizado pelo aumento de um gânglio linfático, causando um "inchaço" no local. Existe até um Dia Mundial de Conscientização sobre Linfomas, que...
2020, O Ano do Profissional de Enfermagem
Saiba mais sobre essa especialidade vital para o cuidado. Clique aqui caso tenha problemas para acessar o vídeo abaixo. video { width: 100%; height: auto; }