Previna tumores colorretais com hábitos saudáveis

Publicado em: 30/09/2019 - 16:09:38

Conheça as formas de se antecipar a um eventual câncer e os fatores de risco existentes

Os tumores colorretais malignos, localizados no cólon (intestino grosso) e no reto, são o terceiro tipo mais comum em homens e o segundo em mulheres. Diagnosticados no início, podem apresentar cerca de 90% de chances de sucesso no tratamento, de acordo com Samuel Aguiar Junior, head do Núcleo de Tumores Colorretais do A.C.Camargo.

Esse tipo de câncer é uma doença multifatorial influenciada por questões genéticas, ambientais e relacionados ao estilo de vida (que podem ser modificados). Os fatores alteráveis incluem consumo de bebida alcoólica, maus hábitos alimentares, obesidade, tabagismo e sedentarismo.

Tumores colorretais: sinais e sintomas

O câncer colorretal costuma ser uma doença silenciosa e assintomática no estágio inicial. À medida que progride, pode causar sangramentos e obstruções intestinais. Por isso, recomenda-se o exame da colonoscopia a partir dos 45 anos ou a partir dos 40 em caso de histórico de câncer na família.

Os sintomas mais comuns são:

  • Presença de sangue nas fezes
  • Dores abdominais
  • Dores ao evacuar
  • Diarreia ou prisão de ventre que não passam
  • Sensação de empachamento
  • Mudanças no apetite
  • Perda de peso inexplicável

Tumores colorretais: fatores de risco

  • Alimentação: consumo abusivo de carnes vermelhas, carnes processadas e carnes expostas a calor intenso, como nos churrascos, encabeçam a lista dos fatores de risco, seguidas por uma dieta pobre em fibras (frutas, legumes e verduras).
  • Sedentarismo: a prática regular de exercícios físicos também ajuda a combater a obesidade, que é outro importante fator de risco.
  • Fumo: é um fator de risco sério também para este tipo de câncer.
  • Álcool: sozinho, o consumo de bebidas alcoólicas já é um fator de risco importante, particularmente entre os chamados bebedores pesados (alto consumo de álcool em um curto espaço de tempo). Combinado com o fumo, o risco se multiplica.
  • Doenças inflamatórias intestinais: são raras, mas, quando crônicas, podem aumentar o risco de câncer de cólon. Entre elas estão a colite ulcerativa e a doença de Crohn. Portadores dessas enfermidades precisam ter acompanhamento específico para detecção precoce do câncer.

Síndromes familiais de câncer: algumas famílias têm um histórico de câncer colorretal com várias pessoas afetadas pela doença, antes dos 50 anos. Nesses casos, é importante consultar um médico e um oncogeneticista para fazer uma avaliação de risco e verificar qual a melhor forma de acompanhamento.

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?
Ao continuar você confirma ter ciência de nossa Política de Privacidade e dos respectivos Avisos de Privacidade e Proteção de Dados presentes em nosso Portal de Privacidade.
CAPTCHA
Esta pergunta é para testar se você é humano e para evitar envios de spam

Veja também

A mamografia e o tumor de intervalo: entenda a relação
Em 5 de fevereiro, comemoramos o Dia Nacional da Mamografia. Esta data precisa mesmo ser comemorada, pois a mamografia é o exame capaz de diagnosticar o câncer de mama em seus estágios iniciais e salvar vidas de mulheres. O câncer de mama está em primeiro...
15 de setembro - Dia mundial de conscientização sobre linfomas
Como se prevenir deles? Indo ao médico assim que perceber os sintomas. Então apareceu um gânglio diferente no pescoço, ou na axila, ou na virilha, que não dói, mas você sente extremo cansaço, febre, está suando à noite e também perdendo peso sem razão aparente...
15/09 - Dia Mundial de Conscientização sobre Linfomas
A conversa de hoje é sobre linfomas. Entre os 10 tipos de câncer mais frequentes na população brasileira está o linfoma, que é caracterizado pelo aumento de um gânglio linfático, causando um "inchaço" no local. Existe até um Dia Mundial de Conscientização sobre Linfomas, que...
21/09: Dia Mundial do Doador de Medula Óssea
Em 21 de setembro é comemorado o Dia Mundial do Doador de Medula Óssea, que tem como objetivo a conscientização sobre a importância da doação de medula óssea. O procedimento servirá para o transplante, um tipo de tratamento que visa substituir uma medula óssea doente...
25/09 - Palestra Segurança do Paciente: participe!
A importância do paciente, acompanhante e cuidador no atendimento hospitalar Convidamos você para participar de uma palestra especial, onde falaremos sobre a importância de cada pessoa nas questões relacionadas à segurança de nossos pacientes. Será uma tarde de compartilhamento de muito conhecimento e experiências. Você...