Mulher segurando uma prancheta e usando máscara

Prevenção entre funcionários: o papel do empregador na cultura da saúde

Publicado em: 04/08/2021 - 09:08:52
Prevenção
Institucional
Serviços ao Paciente
Linha Fina

Adotar uma cultura de atenção primária à saúde entre os colaboradores é fundamental para salvar vidas

O câncer continua sendo uma das principais causas de morte prematura mundo.

No Brasil, segundo as projeções do INCA, até 2040 o câncer incidirá em um milhão de pessoas. No mesmo período, estima-se, segundo projeções do IBGE, que a população brasileira crescerá 9,5%, sendo 67,7% os novos casos de câncer. A atenção primária pode atender de 80 a 90% das necessidades de saúde ao longo da vida.

Em essência, cuida das pessoas e não apenas trata doenças.

Atualmente, no Brasil, quase 70% da saúde suplementar (planos e seguros de saúde privados) é subsidiada por empresas. Cerca de 32 milhões de pessoas (dados da ANS de março de 2021) utilizam o convênio médico disponibilizado pela companhia em que trabalha, mas esse benefício é usado da melhor maneira para empresa e colaborador?

Conversamos com Wilson Leite Pedreira Júnior, diretor de Negócios do A.C.Camargo Cancer Center, que falou sobre o grande desafio dos RHs das empresas em praticar a prevenção no dia a dia.

"Nós, no Brasil, temos uma cultura focada em medicina especializada. A atenção primária é subutilizada em favor da procura por especialistas quando alguns sintomas aparecem. Isso acarreta em diagnósticos tardios, avanços de doenças, complicações e, claro, maior custo da saúde", explica Wilson.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a atenção primária é o ponto inicial de contato com o paciente, promovendo atendimento geral e abrangente, de forma acessível e baseada na comunidade em que a pessoa vive.

Como benefícios diretos, representa um possível tratamento oncológico evitado ou rastreado em seus estágios iniciais, promovendo a rápida reabilitação, a volta mais imediata para a vida produtiva, a percepção do colaborador em relação ao cuidado da empresa com sua saúde, portanto a perpetuação do sentimento de pertencimento, e o equilíbrio das relações com as operadoras e seguradoras de saúde.

RH e o Câncer

O Brasil terá 625 mil novos casos de câncer no triênio 2020-2022, segundo informações do Instituto Nacional de Câncer (Inca). O papel do RH na prevenção e diagnóstico precoce é fundamental e amparado pela na lógica do modelo cancer center.

A nossa proposta é a abordagem integrada à atenção oncológica. Os serviços de saúde tendem a focar apenas no tratamento, não atuando na continuidade das medidas de recuperação e reabilitação que devem fazer parte da atenção oncológica, como a de um cancer center”, diz.

O modelo cancer center é uma importante evolução no combate ao câncer, uma abordagem integrada que vai muito além do tratamento: inclui as áreas de pesquisa, com a participação em estudos globais, o ensino de ponta na formação de especialistas e as iniciativas de prevenção da doença.

Esse é o modelo que permite a ativação de serviços, a chama jornada oncológica, com entrega de valor mais rápido para todos os envolvidos, sendo o indivíduo, o empregador, o hospital e as seguradoras.

Agendamento de primeira consulta em no máximo 48h, agilidade no diagnóstico, aumentando as chances de melhores desfechos clínicos, discussão de casos em Tumor Boarding: grupo de profissionais multidisciplinares que determinam o melhor tratamento, acompanhamento psicológico, constante contato com a área de saúde ocupacional e o RH durante o tratamento, orientação direta para gestores, pares e equipe sobre a melhor forma de lidar com um colaborador em tratamento, o acompanhamento de todos os casos até a volta ao trabalho e a reintegração dele à rotina, são importantes diferenciais oferecidos pelo modelo.

RH focado em saúde

Mas como a área de Recursos Humanos pode promover a saúde entre os funcionários?

Devemos falar de RH um humanizado, que serve como uma poderosa ferramenta de engajamento dos colaboradores nas ações de saúde. A confiança mútua que este tipo de relação traz gera adesão e resultados superiores nas ações de promoção de saúde e na rapidez e eficiência dos tratamentos necessários”, explica Wilson, que seguiu dizendo ser preciso desenvolver uma cultura permanente para a promoção da saúde, bem-estar e prevenção de doenças crônicas, que eventualmente levem ao desenvolvimento de um tumor.

Campanhas periódicas devem funcionar como esforços concentrados e de mobilização para ações de prevenção de várias doenças prevalentes, principalmente as oncológicas. Desta forma, implanta-se naturalmente uma “politica” de redução de riscos relacionados à saúde dos colaboradores, tornando este cuidado uma vantagem competitiva e não um centro de custos crescente.

Ainda estão disponíveis para empresas e colaboradores recursos como o chamado “one stop clinic”, onde os exames necessários são realizados em um único dia, em um único local, ajudando a reduzir os afastamentos e o tempo que os colaboradores gastam para buscar cuidados médicos. Outra alternativa importante é a busca pela “segunda opinião”, com os médicos especialistas e equipe multidisciplinar, permitindo o controle do desfecho e das principais intervenções.

O olhar contínuo organiza e sensibiliza a população para as ações de prevenção. Esforço, informação e estímulo devem ocorrer o ano todo”, diz.

Um RH focado na saúde do empregado traz benefícios para todos.

Quando as empresas têm como foco a saúde de seus funcionários, o impacto será geral: para a empresa, maior presenteísmo e menor custo com saúde. Para o profissional, mais tempo de vida saudável e com qualidade, que é o mais importante”, finaliza Wilson.

Ações de prevenção, detecção precoce, diagnóstico, tratamento, reabilitação e gestão ativa, entrega valor para toda a cadeia envolvida.

Dados sobre o câncer

Você sabia? 34 e 35% dos casos de câncer são evitáveis, para homens e mulheres, respectivamente. Quanto mais cedo for detectado, maiores são as chances de cura.

Mudanças de hábitos e estilo de vida podem evitar cerca de 80% dos casos de câncer, segundo o Inca.

Tumores detectados precocemente podem chegar a uma taxa de sobrevida de até 98,7% em pacientes com metástases.

Você conhece os programas de prevenção em empresas do A.C.Camargo? Levamos para o ambiente corporativo as principais orientações sobre como diminuir os fatores de risco que podem levar ao desenvolvimento dos diversos tipos da doença e alertar sobre a importância da realização de exames periódicos para o diagnóstico precoce.

Faz toda a diferença tratar no modelo cancer center entre os empregados:

  • Atuação integrada à saúde ocupacional.
  • Assistência Médica e Programas de Reabilitação/Prevenção.
  • Previsibilidade e redução de custos com tratamentos oncológicos.
  • Gestão da sinistralidade e produtividade.
  • Mapeamento e redução dos fatores de risco da população para os colaboradores. 
  • Acompanhamento de todos os casos, desde o diagnóstico até a alta, incluindo o processo de reintegração. 
  • Oncogenética (mapeamento do risco e incidência em familiares).

Saiba mais aqui.
 

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?

Veja também

Next Frontiers to Cure Cancer 2021
“A Cura pelos Genes, Dados e Tecnologias” será o grande tema da 5ª edição do Next Frontiers to Cure Cancer, que será realizado de 24 a 26 de junho em uma edição 100% digital. O tema mostra a ciência como agente transformador atuando em benefício...
Podcast Rádio Cancer Center #37 - A vacinação da Covid-19 e o paciente oncológico
A vacinação da Covid-19 está sendo muito falada, mas pouco se diz sobre o paciente oncológico em meio ao processo de imunização. Os estudos feitos com as vacinas que estão imunizando a população não levam em conta pacientes oncológicos, que são imunocomprometidos. Assim, pairam algumas...
Amor à Vida: participe do bate-papo sobre câncer de mama e autoestima
Outubro Rosa: celebre a vida durante e após o câncer de mama com um encontro inspirador. O Grupo de Apoio Amor à Vida, do A.C.Camargo Cancer Center, organiza um bate-papo virtual para falar sobre câncer de mama e autoestima. Pacientes, ex-pacientes e acompanhantes trocam ideias...
Os grandes progressos no tratamento do câncer
Além das terapias, também houve mudança na postura médica no tratamento do câncer. Agora, a estratégia é definida por uma equipe multidisciplinar. Há meio século, os pacientes com diagnóstico de câncer eram tratados com as poucas armas disponíveis: cirurgia, radioterapia ou quimioterapia. Geralmente, a decisão...
III Curso de Inverno de Biologia Celular e Molecular
Reunimos 60 alunos e recém-formados para apresentar os desafios das pesquisas sobre o câncer. Apresentar aos jovens estudantes da área de saúde as inúmeras possibilidades de linhas de pesquisa existentes atualmente é uma forma de estimulá-los e de fortalecer essa prática, o que vai refletir...