Presença de bactéria H.pylori, relacionada ao câncer de estômago, chega a 57% na América Latina e Caribe

 
Publicado em: 27/06/2019 - 09:06:32

Condições ruins de saneamento básico e a ingestão de alimentos crus ou mal condicionados são as principais causas de infecção pela bactéria, que pode ser evitada e tratada

As taxas de incidência e de mortalidade do câncer gástrico são altas na América Latina e a bactéria H.pylori está associada ao desenvolvimento de alguns tipos de tumores como o adenocarcinoma. Para entender melhor esse assunto, o A.C.Camargo realizou o estudo Prevalence of Helicobacter pylori infection in Latin America and the Caribbean populations: a systematic review and meta-analysis / Prevalência de infecção por Helicobacter pylori em populações da América Latina e Caribe: uma revisão sistemática e metanálise, cuja autora é a doutora Maria Paula Curado, head do Núcleo de Epidemiologia e Estatística em Câncer do A.C.Camargo.

O trabalho se propôs a revisar estudos sobre o assunto em 14 países da América Latina e Caribe, incluindo mais de 24 mil indivíduos, entre 1987 e 2012. “Os dados sistematizados apontaram uma alta prevalência do H.pylori na região de 57,57% em todas as idades, enquanto a prevalência mundial é de 44,3%. Nas crianças e adolescentes a prevalência encontrada foi de 48,36%, enquanto em adultos foi de 69,26%. Em relação ao sexo, não foram observadas diferenças”, destaca a epidemiologista.

Dos casos incidentes de câncer associados a agentes infecciosos, aproximadamente 56% dos casos de câncer gástrico (não cárdia região de transição entre o esôfago inferior e o estômago) foram atribuídos ao H.pylori, em 2012. Entre as principais causas de infecção pela bactéria estão fatores como condições ruins de saneamento básico e a ingestão de alimentos crus ou mal condicionados.

De acordo com a doutora Maria Paula Curado, são necessárias ações de prevenção e tratamento desta bactéria, principalmente, em crianças e jovens. “Percebemos que o câncer gástrico só aparece na fase adulta, por isso é importante tratarmos o quanto antes as crianças e adolescentes que possuem a bactéria a fim de evitar os riscos para o desenvolvimento deste tipo de tumor”, ressalta.

Como forma de prevenção é importante que a qualquer sintoma de desconforto abdominal, enjoo e queimação, seja procurada a avaliação de um médico para investigação da causa. A bactéria pode ser diagnosticada por diversos exames, como a endoscopia e o tratamento inclui o uso de antibióticos via oral.

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?
Ao continuar você confirma ter ciência de nossa Política de Privacidade e dos respectivos Avisos de Privacidade e Proteção de Dados presentes em nosso Portal de Privacidade.
CAPTCHA
Esta pergunta é para testar se você é humano e para evitar envios de spam

Veja também

A bebida alcoólica eleva o risco de um câncer de boca?
A bebida alcoólica pode ser, sim, um fator de risco para o desenvolvimento de um câncer. Essa associação ocorre não apenas para um tumor de cabeça e pescoço, como boca, faringe e laringe. O álcool também pode implicar problemas no esôfago, mama e intestino grosso...
Pesquisa aponta aumento da incidência de câncer de orofaringe associado a infecção por vírus HPV
Neste Julho Verde, mês de conscientização sobre o combate aos tumores de cabeça e pescoço, conheça este estudo feito na cidade de São Paulo, que analisou mais de 15 mil casos de câncer de boca e orofaringe O papilomavírus humano (HPV) é um vírus que...
Podcast Rádio Cancer Center #18 - Julho Verde: sinais e sintomas do câncer de tireoide
Julho Verde: você já ouviu falar dessa campanha? Ela é a bandeira do mês de conscientização mundial sobre o combate aos tumores de cabeça e pescoço. O câncer de tireoide é um dos mais comuns: as projeções do Instituto Nacional de Câncer (INCA) apontam que...
Podcast Rádio Cancer Center #17 - Câncer de pele: atenção aos sinais e sintomas
Uma conversa para aprender a reconhecer os alertas que pedem uma consulta médica Câncer de pele: o Instituto Nacional de Câncer (Inca) classifica o tumor cutâneo não melanoma como o mais frequente no Brasil, correspondendo a cerca de 30% de todos os cânceres malignos registrados...
Podcast Rádio Cancer Center #16 - Os sinais e sintomas do câncer de mama
Câncer de mama: o Instituto Nacional de Câncer (Inca) estima 66.280 novos casos para cada ano do triênio 2020-2022. Assim, é vital que as pessoas se atentem a sinais e sintomas e, ao notá-los, procurem ajuda médica. Com a palavra, o Doutor Renato Cagnacci Neto...