Mieloma múltiplo: conheça os sinais e sintomas

Publicado em: 11/11/2021 - 10:11:53
Prevenção
Diagnóstico
Sinais e Sintomas
Neoplasias Hematológicas
Mieloma Múltiplo
Linha Fina

Alguns sinais, como fraturas, dor nos ossos, fadiga, infecções e redução da urina podem indicar a doença

O mieloma múltiplo é o câncer de um tipo de célula da medula óssea chamada de plasmócito, responsável pela produção de anticorpos que combatem vírus e bactérias. No mieloma múltiplo, os plasmócitos são anormais e se multiplicam rapidamente, comprometendo a produção das outras células do sangue.

A doença não costuma apresentar sintomas em seus estágios iniciais, o que dificulta o diagnóstico nessa fase. Nas manifestações sintomáticas podem ocorrer:

  • Fraturas: as células do mieloma produzem substâncias chamadas citocinas que podem fazer com que algumas células dos ossos, os osteoclastos, destruam o tecido ósseo ao seu redor. As apresentações mais comuns aos raios-x são as lesões líticas (aspecto de buracos negros). Mais frágil, essa parte do osso pode se partir causando fraturas espontâneas ou com mínimo esforço.
  • Dor nos ossos: especialmente na coluna lombar, nas costelas ou nos quadris e que piora com o movimento.
  • Fadiga ou cansaço: causados por anemia.
  • Infecções: pode ocorrer um prejuízo ao sistema imune no combatem a vírus e bactérias, tornando os pacientes mais vulnerável a infecções. Pneumonia, infecções urinárias, além de sinusite e infecções da pele, são as mais comuns.
  • Redução do volume da urina: provocada por insuficiência renal, já que as proteínas anormais produzidas pelo câncer em grande quantidade se acumulam nos rins.


Quer saber mais sobre mieloma?

Assista ao vídeo abaixo com a Dra. Fernanda Lemos Moura, médica titular do Centro de Referência em Tumores Hematológicos do A.C.Camargo Cancer Center.

Saiba mais:

- Veja se seus sinais e sintomas precisam de avaliação médica

- Agende sua consulta ou seu exame

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?

Veja também

Colonoscopia: rastreamento eficaz, expansão difícil
Segundo estimativas do Instituto Nacional de Câncer (Inca), o câncer colorretal está entre os três tumores mais comuns na população brasileira, com 16,66 casos para cada 100 mil homens e 17,62 para 100 mil mulheres. No entanto, o principal exame de rastreamento da doença, a...
Câncer de pulmão: confira vídeo com dicas de prevenção da doença
Câncer de pulmão: assista ao vídeo e conheça um pouco mais sobre a doença com o Dr. Jefferson Luiz Gross, líder de Centro de Referência em Tumores do Pulmão e Tórax do A.C.Camargo Cancer Center. Quem tem câncer, tem pressa. Caso haja algum sintoma de...
Mitos & verdades: câncer de pâncreas, fígado e vesícula
Geralmente assintomáticos no início, os tumores no fígado e no pâncreas podem ser diagnosticados tardiamente, em fase mais avançada e agressiva. Confira alguns mitos e verdades sobre câncer de pâncreas, fígado e vesícula biliar. O diabetes pode se desenvolver em câncer? Mito. O diabetes não...
Covid-19 e imunoterapia em pacientes com câncer em tratamento
Conheça os cuidados que essas pessoas devem manter para garantir a proteção contra o vírus Covid-19 e imunoterapia. As pessoas que fazem tratamento contra o câncer a partir desse tipo de terapia devem ter os mesmos cuidados da população em geral. A imunoterapia, que estimula...
Tumores cerebrais e do sistema nervoso central: tudo sobre esses tipos de câncer
Tumores cerebrais são pouco comuns: as estatísticas mundiais apontam que, do total de tipos de câncer que existem, menos de 2% se localizam no cérebro. Mais frequentes, porém, são as metástases cerebrais de outros tumores mais incidentes, como mama ou pulmão. Já os sintomas, o...