Estudo aprofunda tratamento para o câncer esofagogástrico Pular para o conteúdo principal

Estudo aprofunda tratamento para o câncer esofagogástrico ressecável HER2 positivo

 
Publicado em:

Estudo aprofunda tratamento para o câncer esofagogástrico ressecável HER2 positivo

Publicado em:

Por Victor Hugo Fonseca de Jesus, oncologista clínico do A.C.Camargo Cancer Center

O PETRARCA/FLOT6 é um estudo randomizado de fase II, concebido por múltiplos centros acadêmicos na Alemanha, que envolveu 81 pacientes com câncer esofagogástrico ressecável HER2 positivo.

O trabalho comparou o tratamento habitual de quatro ciclos de quimioterapia – com esquema FLOT antes da cirurgia seguido de mais quatro ciclos do mesmo esquema – com o mesmo tratamento acrescido de Trastuzumabe e Pertuzumabe antes e depois da cirurgia. 

É uma evolução, pois representa o primeiro estudo randomizado de terapia anti-HER2 em pacientes com adenocarcinoma esofagogástrico localizado.


Como funciona

A combinação de Trastuzumabe e Pertuzumabe exibe um efeito sinérgico, evitando os efeitos biológicos da ativação da proteína HER2 nos tumores esofagogástricos.


Objetivo 

Pacientes com tumores esofagogástricos com hiperexpressão da proteína HER2 apresentam um prognóstico desfavorável quando comparados àqueles que não apresentam tumores expressando a mesma. 

Em outros cenários, como no câncer de mama, a combinação de terapias anti-HER2, como Trastuzumabe + Pertuzumabe, é uma pratica consolidada. 


Principal novidade e benefícios 

O aumento de taxa de resposta patológica e os dados iniciais de sobrevida livre de doença apontam para benefícios significativos desta combinação. Além disto, o uso de FLOT + Trastuzumabe + Pertuzumabe parece ser seguro.

Apesar de ser necessário aguardar dados mais maduros de sobrevida global, dados preliminares apontam para uma maior chance de cura para estes pacientes.

Esse estudo traz novos insights sobre o papel da proteína HER2 no câncer esofagogástrico e aponta para o papel do tratamento com terapia anti-HER2 em casos de pacientes com doença não metastática.


Pontos de atenção 

O estudo foi fechado precocemente após resultados negativos de um outro estudo, que avaliou a combinação de quimioterapia + Trastuzumabe + Pertuzumabe no cenário da doença metastática. 

Então, apesar de promissor, vale lembrar que o número de pacientes neste estudo é pequeno para se chegar a conclusões definitivas. Além disso, apesar de bem tolerada, a combinação que envolveu o uso de Trastuzumabe + Pertuzumabe esteve associada a um aumento do risco de algumas toxicidades – notadamente, diarreia, fadiga e queda de glóbulos brancos.


Conclusão 

Os dados são promissores, mas devem ser confirmados por estudos mais robustos antes da utilização ampla desta estratégia de tratamento. 

Novamente, este estudo traz novos insights sobre o papel da proteína HER2 no câncer esofagogástrico e aponta para o papel do tratamento com terapia anti-HER2 em casos de pacientes com doença não metastática.

Victor Hugo Fonseca de Jesus

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?
Ao continuar você confirma ter ciência de nossa Política de Privacidade e dos respectivos Avisos de Privacidade e Proteção de Dados presentes em nosso Portal de Privacidade.
CAPTCHA
Esta pergunta é para testar se você é humano e para evitar envios de spam

Veja também

Leucemia mieloide aguda: novo método calcula com precisão a sobrevida do paciente
Pioneiro no campo da onco-hematologia, ele foi desenvolvido em estudo multicêntrico internacional, que teve a liderança de médico do A.C.Camargo Cancer Center Quando um paciente é diagnosticado com leucemia mieloide aguda, os médicos usam uma variedade de métricas para determinar...
Pesquisa aponta aumento da incidência de câncer de orofaringe associado a infecção por vírus HPV
Neste Julho Verde, mês de conscientização sobre o combate aos tumores de cabeça e pescoço, conheça este estudo feito na cidade de São Paulo, que analisou mais de 15 mil casos de câncer de boca e orofaringe O papilomavírus humano...
Síndrome de Li-Fraumeni: estudo que envolveu o A.C.Camargo pode mudar o aconselhamento genético da doença de forma marcante
Pesquisa internacional analisou dois tipos de mutações que estão ligadas à predisposição ao câncer A Síndrome de Li-Fraumeni (SLF) é uma doença hereditária de predisposição ao câncer, relacionada a mutações no gene TP53. Uma das mutações neste gene, denominada R337H...
Dia Mundial do Câncer de Rim: atividade física ajuda a reduzir o risco da doença
A adoção de hábitos saudáveis durante o dia diminui a incidência de tumores renais e ainda atua na melhoria de problemas cardiovasculares ou diabetes Câncer de rim e prevenção. Segundo dados mais recentes do Instituto Nacional de Câncer (Inca), a...
Câncer de cabeça e pescoço: artigo científico traz recomendações para cirurgias oncológicas
Estudo internacional teve a contribuição do Dr. Luiz Paulo Kowalski, líder do Centro de Referência em Tumores de Cabeça e Pescoço Câncer de cabeça e pescoço e Covid-19. Em artigo divulgado pela revista científica The Lancet Oncology , especialistas representando...