Especialistas discutem sobre a relação entre doença ressecável e patologia

Publicado em: 25/10/2019 - 16:10:40
Institucional
Tratamento
Epidemiologia


Sessão aborda pontos importantes que devem constar no laudo anatomopatológico para orientar o prognóstico e tratamento da doença ressecável 
 

Por Helano Freitas, oncologista clínico do A.C.Camargo Cancer Center
 
Na Semana Brasileira da Oncologia, a sessão sobre doença ressecável contou com a participação dos médicos Vladmir Lima e Felipe D’Almeida, do A.C.Camargo Cancer Center. Dra. Flavia Duarte e Dra. Carla Rameri, ambas ex-residentes da Instituição, foram moderadora e palestrante, respectivamente.
 
Os temas abordados discutiram quais são os pontos importantes que devem constar no laudo anatomopatológico de câncer de pulmão, de forma a orientar o prognóstico e as decisões terapêuticas em pacientes com um tumor ressecável. Também foram considerados aspectos relativos ao uso de quimioterapia antes (neoadjuvante) ou depois da cirurgia (adjuvante) em busca do aumento da taxa de cura dos pacientes.
 
Os participantes também puderam se atualizar sobre as últimas evidências no uso de terapias-alvo e de imunoterapia no contexto adjuvante (após a cirurgia), abordando o racional de uso, as vantagens e as limitações desses tratamentos. Embora já sejam utilizadas rotineiramente no tratamento da doença metastática, imunoterapia e terapias-alvo ainda são experimentais no contexto de tratamento adjuvante à cirurgia.

 

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?

Veja também

6 informações sobre câncer de pênis que você precisa saber
E uma delas é que água e sabonete são muito importantes para combater a doença Grande parte dos pacientes atendidos com câncer de pênis no A.C.Camargo Cancer Center chega com o tumor em estágio avançado, quando a amputação do órgão é quase inevitável. Porém, como...
Tumores pediátricos: conheça os sinais e sintomas
Para qualquer tipo de câncer, a detecção precoce é essencial para aumentar as chances de sucesso e reduzir os efeitos tóxicos do tratamento, principalmente para os tumores pediátricos, que costumam ser doenças com evolução rápida. Normalmente, o câncer em crianças apresenta sinais e sintomas que...
Por que o câncer pode voltar, mesmo após um tratamento bem sucedido?
Recidiva tumoral O retorno do câncer após um tratamento bem sucedido é chamado pelos médicos de recidiva ou recorrência tumoral. Isso pode acontecer semanas, meses ou mesmo anos depois do momento em que o câncer primário ou original foi tratado, independentemente de esse tratamento ter...
"O homem não pode se descuidar de jeito nenhum!"
Sou Carlos Levy, tenho 75 anos, funcionário público aposentado e pai de cinco filhos. Também sou avô dos meus quatro queridos netos e casado com o amor da minha vida, Amália. Desde meus 50 anos tenho um compromisso comigo mesmo: fazer meus exames periódicos. Sigo...
Touca de resfriamento previne queda de cabelo causada pela quimioterapia
A touca de resfriamento, também conhecida como touca hipotérmica ou crioterapia capilar, é uma aliada fundamental para pacientes que fazem quimioterapia. Em 2020, por exemplo, a Instituição realizou 29.388 sessões de quimioterapia. Como a queda de cabelo é um efeito colateral importante desse tipo de...