Covid-19: vírus pode deixar sequelas no pulmão? Pular para o conteúdo principal

Covid-19: vírus pode deixar sequelas no pulmão?

 
Publicado em:

Covid-19: vírus pode deixar sequelas no pulmão?

Publicado em:

Doença causada pelo novo Coronavírus afeta principalmente o sistema respiratório e pode levar à morte

Covid-19 e as sequelas no pulmão. Desde quando foi decretado pandemia pela Organização Mundial de Saúde (OMS), o novo Coronavírus já infectou mais de 4 milhões de pessoas no mundo. Muitas delas podem ser assintomáticas ou desenvolver alguns sintomas, como tosse, febre ou falta de ar, em casos mais graves.

Mesmo com a pandemia, é importante seguir o tratamento oncológico. Você sabia que o A.C.Camargo Cancer Center possui um Fluxo Oncológico Protegido? Leia mais a seguir.

Segundo alguns estudos, apenas 5% dos pacientes diagnosticados com Covid-19 evoluem para um quadro de doença respiratória grave, com falta de ar, respiração rápida, tonturas e batimentos cardíacos acelerados, por exemplo.


Pulmão x Covid-19

Por ser um vírus respiratório, o Sars-Cov-2, causador da Covid-19, impacta principalmente os pulmões – em especial as células dos alvéolos, onde ocorre a troca de gases entre o pulmão e a corrente sanguínea.

"A doença afeta os pulmões de várias formas. O paciente pode não sentir nada ou ter uma pneumonia que pode evoluir para uma insuficiência grave respiratória, quando inflama grande parte do pulmão, explica a Dra. Carolina Salim, médica pneumologista do A.C.Camargo.


Possíveis sequelas

Por ser uma doença nova, é muito cedo para afirmar quais são as sequelas causadas pelo novo Coronavírus.

Hoje, a gente tem visto como consequências em pacientes que estiveram em internação prolongada, com ventilação mecânica. Essas pessoas costumam perder massa muscular e se queixam de falta de ar depois da internação", conta a especialista.

Ainda segundo a doutora, o paciente diagnosticado com Covid-19 e que necessita de auxílio para respirar deve precisar de reabilitação pulmonar após a internação. 

"De qualquer forma, como não sabemos como serão as possíveis sequelas a longo prazo, aconselhamos todos os pacientes positivos para Covid-19 que tiveram doença grave, a marcar uma consulta com um pneumologista para avaliar a situação do pulmão ", diz.


O Fluxo Oncológico Protegido

O sucesso de uma terapia oncológica depende muito do diagnóstico precoce e do tratamento adequado de um tumor, pois um dos fatores que aumenta a chance de cura da doença é tratá-lo em até 30 dias a partir do início dos sintomas ou do diagnóstico.

A integração de diagnóstico, tratamento, ensino e pesquisa do câncer é o modelo adotado no A.C.Camargo Cancer Center, assim como nos principais Cancer Centers do mundo. Uma evolução do conceito de saúde em oncologia para aprofundar constantemente o conhecimento sobre a doença e gerar inovação: o paciente é avaliado por um grupo multidisciplinar de especialistas em todas as etapas, desde o diagnóstico até a reabilitação. Essa especialização nos permite oferecer agilidade, excelência e segurança no tratamento oncológico.

Dessa forma, estabelecemos o Fluxo Oncológico Protegido – um conjunto de processos que garante segurança para o paciente prosseguir com seu tratamento, em tempos de pandemia.

Todas as práticas adotadas estão de acordo com as diretrizes da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde. Por isso, não interrompa seu tratamento.

Saiba mais:

- O Fluxo Oncológico Protegido do A.C.Camargo Cancer Center

- Confira tudo o que você precisa saber sobre a Covid-19

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?
Ao continuar você confirma ter ciência de nossa Política de Privacidade e dos respectivos Avisos de Privacidade e Proteção de Dados presentes em nosso Portal de Privacidade.
CAPTCHA
Esta pergunta é para testar se você é humano e para evitar envios de spam

Veja também

A bebida alcoólica eleva o risco de um câncer de boca?
A bebida alcoólica pode ser, sim, um fator de risco para o desenvolvimento de um câncer. Essa associação ocorre não apenas para um tumor de cabeça e pescoço, como boca, faringe e laringe. O álcool também pode implicar problemas no...
Podcast Rádio Cancer Center #20 - O cirurgião oncológico
Conheça o papel deste especialista essencial A conversa de hoje é sobre o papel do cirurgião oncológico. Vamos falar da atuação desse especialista que é vital para o tratamento do câncer. Trata-se de um profissional que não somente é preparado...
Podcast Rádio Cancer Center #19 - Julho Verde e a reabilitação de um câncer de cabeça e pescoço
Conheça mais as possibilidades terapêuticas da fonoaudiologia e da estomatologia Neste Julho Verde, mês de conscientização para o combate aos tumores de cabeça e pescoço ( leia mais a seguir), é importante falar de reabilitação. É fundamental ressaltar as possibilidades...
Como eu me tornei uma oncologista
Para marcar este 9 de julho, Dia do Oncologista, saiba mais sobre a profissão com o depoimento da Dra. Maria Nirvana da Cruz Formiga, oncologista clínica do Departamento de Oncogenética do A.C.Camargo “A oncologia é uma área que me encantou...
Julho Verde: 9 mitos & verdades sobre o câncer de cabeça e pescoço
Julho Verde: os tumores de cabeça e pescoço representam o nono tipo de câncer mais comum no mundo, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS). Incluindo todas as áreas da cavidade oral, como a língua e boca, e...