Cirurgia para retirada do estômago é indicada para prevenir o câncer?

 
Publicado em: 13/03/2019 - 08:03:19

Aconselhamento genético pode ajudar na tomada de decisão; testes são cobertos pelos convênios

Uma notícia publicada no site da BBC e replicada nesta semana em vários veículos da imprensa brasileira contou a história de uma família britânica com uma rara síndrome genética: Síndrome do Câncer Gástrico Difuso Hereditário. Três irmãos entre 29 e 44 anos submeteram-se aos testes genéticos no Cancer Research UK, no Reino Unido, depois que perderam a mãe e a irmã, vítimas do mesmo tipo de tumor gástrico. Constataram que eram portadores de alteração no gene CDH1 e optaram pela cirurgia profilática. Os três decidiram retirar os estômagos para evitar o câncer.

Saiba mais sobre câncer de estômago 

“Essa cirurgia profilática é recomendada nesses casos para evitar o risco da doença. O risco de câncer gástrico pode chegar a 70% nessa síndrome, é muito agressivo e pode ser fatal quando não é diagnosticado precocemente”, explica a Dra. Maria Nirvana da Cruz Formiga, Head da Oncogenética do A.C.Camargo Cancer Center. A notícia boa é que o teste genético para pesquisa de mutação no gene CDH1 está no rol da ANS, ou seja, é obrigatoriamente coberto pelos convênios de saúde. 

No A.C.Camargo, o Laboratório de Genômica Molecular realiza o teste e as famílias portadoras de mutações neste gene recebem acompanhamento. “Temos pacientes que já tiveram câncer gástrico e, pelas características, foram encaminhados ao aconselhamento genético e diagnosticados com a síndrome. Não temos casos de parentes que optaram pela cirurgia profilática, mas eles são informados dessa opção, inclusive a cirurgia para retirada do estômago é contemplada também no rol da ANS”, explica a Dra. Maria Nirvana. 

Quem pode fazer o teste genético?
Pessoas que possuem câncer gástrico abaixo dos 40 anos ou pelo menos um parente com o mesmo tipo de tumor ou com câncer de mama (essa alteração genética também aumenta risco de câncer de mama nas mulheres) fazem parte do grupo de risco e deve procurar uma avaliação genética. 

No A.C.Camargo, o acompanhamento é feito pelo departamento de Oncogenética, que inicia como uma primeira consulta, na qual o médico faz algumas perguntas para confirmar a suspeita de uma síndrome hereditária. Se for esse o caso, o paciente é direcionado para os testes genéticos. Os alertas para síndromes hereditárias são: vários casos de câncer na mesma família em diferentes gerações; paciente com câncer em idade mais precoce que a usual (câncer de mama, próstata, intestino, por exemplo, abaixo dos 50 anos) e paciente com múltiplos tumores primários ou tumores raros (sarcomas, tumores de glândulas supra-renais). 

Não é obrigatório encaminhamento médico para a primeira consulta de aconselhamento genético. É preciso que o paciente traga o maior número possível de informações sobre seus familiares, enumerando todos os possíveis casos de câncer, com a idade do início do tumor e o tipo do tumor, além de cópias de laudos de biópsias, relatórios médicos e atestados de óbito.

Para agendar sua primeira consulta, clique aqui

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?
Ao continuar você confirma ter ciência de nossa Política de Privacidade e dos respectivos Avisos de Privacidade e Proteção de Dados presentes em nosso Portal de Privacidade.
CAPTCHA
Esta pergunta é para testar se você é humano e para evitar envios de spam

Veja também

Podcast Rádio Cancer Center #20 - O cirurgião oncológico
Conheça o papel deste especialista essencial A conversa de hoje é sobre o papel do cirurgião oncológico. Vamos falar da atuação desse especialista que é vital para o tratamento do câncer. Trata-se de um profissional que não somente é preparado para conduzir cirurgias de alta...
Câncer de cabeça e pescoço: artigo científico traz recomendações para cirurgias oncológicas
Estudo internacional teve a contribuição do Dr. Luiz Paulo Kowalski, líder do Centro de Referência em Tumores de Cabeça e Pescoço Câncer de cabeça e pescoço e Covid-19. Em artigo divulgado pela revista científica The Lancet Oncology, especialistas representando mais de 30 sociedades médicas do...
Tumores renais: a excelência em pesquisa no A.C.Camargo Cancer Center
Conheça o trabalho desenvolvido pelo corpo clínico O A.C.Camargo Cancer Center tem um papel de relevância e liderança no âmbito da pesquisa sobre tumores renais. “Somos o centro que mais produz literatura científica sobre câncer renal na América Latina, o que mais publica, uma tradição...
Descalonamento de terapia em câncer de orofaringe com HPV relacionado
Por Thiago Bueno de Oliveira, oncologista clínico do A.C.Camargo Cancer Center Com a utilização de tratamento inicial com cirurgia transoral robótica (TORS), técnica minimamente invasiva, disponível no A.C.Camargo Cancer Center e na qual a Instituição é pioneira e tem alta expertise, foi possível desintensificar o...
Discussão dos benefícios da cirurgia para pacientes com câncer de mama metastático ao diagnóstico
Por Solange Sanches, oncologista clínica e vice-coordenadora do Centro de Referência em Tumores da Mama Na literatura, não existe consenso se mulheres que fazem o diagnóstico com o câncer de mama já com metástase teria benefício ou não de operar a mama. Existem alguns estudos...