Câncer de cabeça e pescoço: profissões e fatores de risco

 
Publicado em: 11/12/2019 - 09:12:42

Com participação do corpo clínico do A.C.Camargo Cancer Center, grupo internacional de pesquisa INHANCE analisou 8839 casos; laringe apresentou a maior incidência de tumores

Câncer de cabeça e pescoço: investigar as relações entre ele e os fatores de risco inerentes às ocupações foi o norte do estudo Occupations and the Risk of Head and Neck Cancer: a Pooled Analysis of the International Head and Neck Cancer Epidemiology Consortium [INHANCE] (Ocupações e o Risco de Câncer de Cabeça e Pescoço: uma Análise do Consórcio Internacional de Epidemiologia do Câncer de Cabeça e Pescoço [INHANCE]).

Publicada no Journal of Occupational and Environmental Medicine, essa pesquisa reuniu 8839 casos e 13730 controles com participantes de 27 países. 

“Temos esse grupo de pesquisa há mais de 20 anos. Identificamos a necessidade de avaliar as possíveis associações entre as ocupações e os cânceres de cabeça e pescoço”, conta Maria Paula Curado, head do Núcleo de Epidemiologia e Estatística em Câncer do A.C.Camargo.


Câncer de cabeça e pescoço: risco menor para encanadores

Foram identificados riscos associados a várias categorias, de acordo com as características da ocupação e o tempo em que a pessoa esteve na atividade, sobretudo os que passaram mais de 10 anos nesse trabalho. 

O câncer de laringe apresentou a maior incidência em todas as profissões investigadas. Exemplos de categorias afetadas foram os mecânicos de veículos e os motoristas, algo que sugere que a inalação a certas substâncias – como a fumaça dos escapamentos – tenha impacto no surgimento dessas neoplasias. 

Faxineiros e trabalhadores da indústria têxtil também foram alguns dos mais afetados pelo câncer de laringe. Na cavidade oral, a associação foi maior em garçons e bartenders. 

Curiosamente, encanadores, instaladores de tubulações e de estruturas metálicas não foram acometidos significativamente na laringe.

Já os profissionais que trabalham com carne, como açougueiros, se mostraram mais afetados na faringe, na orofaringe e na cavidade oral. 

Vale ressaltar que 87,5% dos casos de tumores de cabeça e pescoço envolviam fumantes e 87,3% consumiam álcool com frequência.


Conclusões 

Embora o mecanismo preciso de ação de carcinógenos ocupacionais ainda não seja estabelecido, muitos estudos ainda serão necessários para elucidar a carcinogênese. 

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?
Ao continuar você confirma ter ciência de nossa Política de Privacidade e dos respectivos Avisos de Privacidade e Proteção de Dados presentes em nosso Portal de Privacidade.
CAPTCHA
Esta pergunta é para testar se você é humano e para evitar envios de spam

Veja também

A bebida alcoólica eleva o risco de um câncer de boca?
A bebida alcoólica pode ser, sim, um fator de risco para o desenvolvimento de um câncer. Essa associação ocorre não apenas para um tumor de cabeça e pescoço, como boca, faringe e laringe. O álcool também pode implicar problemas no esôfago, mama e intestino grosso...
Podcast Rádio Cancer Center #20 - O cirurgião oncológico
Conheça o papel deste especialista essencial A conversa de hoje é sobre o papel do cirurgião oncológico. Vamos falar da atuação desse especialista que é vital para o tratamento do câncer. Trata-se de um profissional que não somente é preparado para conduzir cirurgias de alta...
Podcast Rádio Cancer Center #19 - Julho Verde e a reabilitação de um câncer de cabeça e pescoço
Conheça mais as possibilidades terapêuticas da fonoaudiologia e da estomatologia Neste Julho Verde, mês de conscientização para o combate aos tumores de cabeça e pescoço (leia mais a seguir), é importante falar de reabilitação. É fundamental ressaltar as possibilidades de tratamento e até mesmo conhecer...
Como eu me tornei uma oncologista
Para marcar este 9 de julho, Dia do Oncologista, saiba mais sobre a profissão com o depoimento da Dra. Maria Nirvana da Cruz Formiga, oncologista clínica do Departamento de Oncogenética do A.C.Camargo “A oncologia é uma área que me encantou desde o 5° ano da...
Julho Verde: 9 mitos & verdades sobre o câncer de cabeça e pescoço
Julho Verde: os tumores de cabeça e pescoço representam o nono tipo de câncer mais comum no mundo, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS). Incluindo todas as áreas da cavidade oral, como a língua e boca, e órgãos como laringe, faringe, seios...