Um olhar para enfrentar os desafios da vida

Publicado em: 05/05/2015 - 21:05:00
Notícias

Receber o diagnóstico de câncer e iniciar o tratamento são etapas que geralmente trazem dúvidasansiedadesmedos e outros sentimentos que nem sempre se está preparado para enfrentar. A coragem pode ser, nesses casos, uma das atitudes mais importantes para transpor esse momento.



De acordo com a diretora do Núcleo de Psico-Oncologia, Dra. Maria Teresa Cruz Lourenço, a coragem é importante desde o início. "Quando chega o diagnóstico, é preciso reconhecer essa nova etapa na vida. Esse é um passo importante para encarar a situação".

Em centros de referência, como o A.C.Camargo, há diversos recursos que contribuem para isso. "Apesar da aparente complexidade da doença, o tratamento multidisciplinar e especializado, aliado ao diagnóstico precoce, aumenta não só os índices de sucesso no tratamento, mas também a qualidade de vida dos pacientes", afirma a médica.

"O nosso grande objetivo é tratar o paciente", complementa. E a força psicológica, importante fator para o indivíduo e sua família, tende a aumentar conforme o tratamento oncológico avança, segundo a especialista. "No início, a maioria dos pacientes fica em estado de choque, mas depois passa a compreender melhor a situação e consegue se recuperar emocionalmente".

Buscar ser incisivo diante de possíveis e futuros dilemas é fundamental na hora de tomar importantes decisões. "Coragem é um olhar que você tem para saber solucionar os desafios que surgem em sua vida. É não deixar que o problema ou a doença seja o centro das atenções", destaca Maria Teresa. "Doenças fazem parte da vida e o câncer é uma delas. É preciso ter coragem para passar por essa fase, e buscar ajuda especializada contribui para o desenvolvimento dessa atitude".

Dra. Maria Teresa Duarte Pereira da Cruz Lourenço - CRM 48076
Diretora do Núcleo de Psico-Oncologia
Especialista em Psiquiatria - RQE nº 23554

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?

Veja também

Novas Fronteiras - Preservação da fertilidade em mulheres com tumor ginecológico
Embora o câncer ginecológico seja mais prevalente na pós-menopausa, também existem mulheres que recebem o diagnóstico da doença em fase fértil e com o desejo de ter filhos. A preservação da fertilidade nesse grupo de pacientes com câncer de colo do útero, endométrio e ovário...
Alimentos que ajudam na prevenção do câncer: colo do útero, pulmão e estômago
Boa alimentação pode ajudar na prevenção do câncer. Confira dicas de alimentos que podem ser aliados na prevenção de tumores de colo do útero, pulmão e estômago.
De acordo com a idade: conheça as diferenças dos sarcomas em crianças e adultos
O avanço da idade é um dos principais fatores de risco para o desenvolvimento do câncer em adultos, tornando rara a doença em crianças e adolescentes. Nos Estados Unidos, por exemplo, a incidência de casos infantis corresponde a cerca de 1% entre todos os diagnósticos...
Evolução na sobrevida de pacientes com metástase cerebral
A implementação e difusão de uma técnica de radioterapia cranial focal precisa, que possibilita a administração de uma alta dose de radiação restrita à lesão em fração única (radiocirurgia) ou poucas frações (radioterapia estereotática fracionada), assim como o aumento das opções de tratamento sistêmico (novas...
Em oficina gratuita, nutricionistas ensinam o passo a passo do preparo de receitas que auxiliam na prevenção de câncer
Adotar um estilo de vida saudável é fundamental para reduzir os riscos de desenvolver câncer, e um grande passo é estar atento ao que colocamos na mesa. Focado em difundir o papel protetor de uma alimentação equilibrada, o A.C.Camargo anuncia a agenda de 2013 da...