Sangue nas fezes: devo me preocupar? | A.C.Camargo Cancer Center Pular para o conteúdo principal

Sangue nas fezes: devo me preocupar?

 
Publicado em:

Sangue nas fezes: devo me preocupar?

Confira a coluna “Fala, Doutor”, que traz as dúvidas mais frequentes entre os pacientes no consultório, por Daniel Garcia, oncologista clínico do A.C. Camargo Cancer Center

Publicado em:
2 minuto(s) de leitura

Doutor Daniel Garcia, branco, 35 anos, cabelo castanho curto, óculos e jaleco; por trás, uma imagem de uma mulher quebrando um cigarro. Atrás, a foto de um vaso sanitário

2 minuto(s) de leitura
Doutor Daniel Garcia, branco, 35 anos, cabelo castanho curto, óculos e jaleco; por trás, uma imagem de uma mulher quebrando um cigarro. Atrás, a foto de um vaso sanitário

Confira a coluna “Fala, Doutor”, que traz as dúvidas mais frequentes entre os pacientes no consultório, por Daniel Garcia, oncologista clínico do A.C. Camargo Cancer Center

Sangue nas fezes. Pode ser assustador ver sangue no toalete ou no papel higiênico após evacuar.

Felizmente, a maioria das causas de sangramento retal não são fatais – as mais comuns são as hemorroidas e as fissuras anais. 

Quando procurar ajuda

A maioria das pessoas com sangramento retal leve não tem câncer colorretal ou outra doença grave. No entanto, a única maneira de detectar o motivo do sangramento é consultar um médico.

Por isso, ao notar sangue nas fezes ou sangramento no reto, entre em contato com seu médico o mais rápido possível. 

Algumas vezes, o sangue se torna enegrecido após passar pelo processo de digestão no estômago ou no intestino. 

Também é necessário procurar atendimento caso você perceba uma mudança na frequência do hábito intestinal ou na consistência das fezes, tiver dor abdominal ou se sentir muito cansaço e fraqueza.

A origem do sangue nas fezes

O trato gastrointestinal é um tubo que transporta, processa e absorve os alimentos. Se inicia na boca, termina no ânus e, entre eles, temos o esôfago, estômago, intestinos e reto. 

Qualquer ponto ao longo do trato gastrointestinal pode ser a fonte do sangramento visto nas fezes. As razões mais comuns de sangramentos gastrointestinais incluem:

•    Úlceras no estômago ou intestino delgado
•    Veias dilatadas no esôfago, conhecidas como “varizes esofágicas”
•    Vasos sanguíneos anormais
•    Doença diverticular (uma condição em que pequenas bolsas se formam na parede do intestino)
•    Doença de Crohn ou retocolite ulcerativa (doenças autoimunes que podem causar feridas no intestino)
•    Hemorroidas, que são veias dilatadas no reto (a parte inferior do cólon)
•    Fissuras anais, que são lacerações ao redor do ânus
•    Câncer

Quais exames podem auxiliar no diagnóstico?

Os exames necessários para determinar a origem do sangramento dependem de diversos fatores, como idade, sintomas e históricos médico e familiar. 

Os exames mais utilizados incluem:

•    Exames de sangue como hemograma e coagulograma
•    Colonoscopia
•    Endoscopia digestiva alta
•    Cintilografia com hemácias marcadas, arteriografia e cápsula endoscópica (estes, geralmente, utilizados nos casos de difícil diagnóstico)

Sempre procurar um médico

O câncer colorretal, às vezes, é diagnosticado em pessoas que ignoraram o sangramento por anos – presumiram que se tratava de hemorroidas ou outras causas benignas. 

É por isso que qualquer pessoa com sangramento retal deve consultar um médico para determinar a causa. 

Se o câncer colorretal for diagnosticado precocemente, as chances de cura aumentam substancialmente.

Doutor Daniel Garcia, branco, 35 anos, cabelo castanho curto, óculos e jaleco
"
A maioria das pessoas com sangramento retal leve não tem câncer colorretal ou outra doença grave. No entanto, a única maneira de detectar o motivo do sangramento é consultar um médico.
Doutor Daniel Garcia, oncologista clínico do A.C.Camargo Cancer Center

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?
Ao continuar você confirma ter ciência de nossa Política de Privacidade e dos respectivos Avisos de Privacidade e Proteção de Dados presentes em nosso Portal de Privacidade.
CAPTCHA
Esta pergunta é para testar se você é humano e para evitar envios de spam

Veja também

Linfoma de Hodgkin x Linfoma não Hodgkin
Conheça os sinais e sintomas de cada um destes tipos de câncer hematológicos O linfoma surge no sistema linfático, uma rede de pequenos vasos e gânglios que é parte tanto do sistema circulatório como do sistema imune. O sistema coleta...
Conheça o centro de imunização do A.C.Camargo
O centro de imunização do A.C.Camargo Cancer Center surgiu para ampliar ainda mais o cuidado ao paciente oncológico oferecido na instituição. O espaço disponibiliza com comodidade e agilidade as vacinas para pacientes, familiares e qualquer pessoa interessada no serviço de...
Câncer colorretal tem cura e pode ser prevenido
O câncer colorretal é um dos mais frequentes no mundo todo. A boa notícia é que há prevenção para reduzir a probabilidade de desenvolver este câncer e as taxas de cura são altas quando detectadas precocemente. Por isso, conhecer e...
Proteja-se: vacina contra HPV é sua defesa contra vários tipos de câncer
O papilomavírus humano (HPV) é uma infecção sexualmente transmissível (IST) que pode ser transmitida por relações sexuais desprotegidas, infectando a pele ou as mucosas, como boca, vulva, vagina, colo do útero, reto, pênis, entre outros. Porém, mais importante ainda é...
Dia Mundial da Higiene das Mãos: pequenos lembretes criam grandes hábitos
Se tem uma coisa que devemos fazer todos os dias é lavar as mãos. Mas, será que temos feito da forma certa? Ou com a frequência certa? O poder do hábito pode vir de pequenos lembretes que carregam grandes aprendizados...