Outubro Rosa: poderei engravidar após o tratamento de um câncer?

Outubro Rosa: poderei engravidar após o tratamento de um câncer?

Publicado em: 07/10/2020 - 18:10:19
Tratamento
Foco do paciente
Suporte e Reabilitação
Tumores de Mama
Linha Fina

Mulheres diagnosticadas com tumores de mama têm a opção de recorrer ao congelamento dos óvulos para preservar a fertilidade

 

Outubro Rosa: muitas pacientes, ao serem diagnosticadas com câncer de mama, podem ter receios sobre o efeito da medicação em sua fertilidade. Com os avanços tecnológicos e científicos da medicina, porém, o desejo de ser mãe biológica não precisa ser deixado de lado, necessariamente, por conta da doença.

O câncer de mama é um tumor frequente: até o fim de 2020, são esperados mais de 60 mil novos casos, muitos deles atingindo mulheres em sua idade fértil, ou seja, quando ainda ovulam, têm período menstrual e podem engravidar.

O tratamento contra o câncer de mama pode evoluir para a infertilidade em pelo menos, cerca de 40% a 50% dos casos. Isso varia conforme o tipo de tratamento empregado, e a idade da paciente. Mulheres muito jovens, por exemplo, têm uma chance maior de retorno natural da fertilidade, mas também devem realizar preservação dos óvulos.

“Quando as pacientes chegam ao consultório, o assunto da gravidez quase sempre vem à tona. Por isso, antes de iniciar o tratamento oncológico, converso sobre medidas de preservação de fertilidade, como captação de óvulos que ficam congelados para que possam ser utilizados quando a paciente puder engravidar com segurança”, explica a médica oncologista Solange Moraes Sanches, vice-líder do Centro de Referência em Tumores da Mama.

A especialista alerta que essa recomendação deve ser feita para pacientes que possuem tipos de câncer curáveis, com baixo risco de reincidência.

“Cada caso deve ser avaliado individualmente, pensando no bem-estar da paciente. Mas, caso a mulher tenha desejo de ser mãe, é válido pensar em formas alternativas de fertilização”, explica.


Gravidez e tratamento oncológico

Após o tratamento, a mulher deve tomar alguns cuidados. Nos casos em que a paciente faz o uso de hormonioterapia (com tamoxifeno, por exemplo), ela precisa esperar de três a seis meses antes de tentar uma gravidez sem a medicação.

“O tempo em que ela é liberada após o tratamento pode variar de dois anos, no caso de tumores de baixo risco, até o término do tratamento completo, em aproximadamente cinco anos. É importante ressaltar que isso é decidido de forma personalizada, a depender do risco de reincidência do tumor. Cada organismo reage à suspensão do tratamento de formas diferentes”, reforça a especialista.


Durante o tratamento oncológico

Algumas mulheres podem ser diagnosticadas com câncer durante a gravidez. Nesses casos, durante o primeiro trimestre de gestação, elas não podem receber quimioterapia, sob risco de afetar a viabilidade do bebê. 

“Em casos específicos, a paciente pode receber quimioterapia com medicamentos que não prejudicam a gravidez partir do segundo trimestre. São situações raras e de alta complexidade, que necessitam de uma avaliação rigorosa por parte da equipe médica”, diz.

O A.C.Camargo possui um Centro de Referência dedicado ao diagnóstico, tratamento e à reabilitação das pacientes diagnosticadas com câncer de mama.

É um atendimento global e personalizado, desde o diagnóstico preciso, passando pelo planejamento individualizado do tratamento, recursos para reabilitação física e emocional de cada paciente até a retomada da rotina pessoal e profissional.

Solange Moraes Sanches

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?

Veja também

O desafio de tratar casos complexos de câncer
Diagnosticar e tratar casos complexos é um desafio quando falamos de doenças, principalmente oncológicas. Compartilhar ideias com outros especialistas já fazia parte da rotina dos nossos médicos e, a partir dessa experiência, surgiram os Tumor Boards: fóruns presenciais nos quais cirurgiões, oncologistas clínicos, radioterapeutas, patologistas...
Teletriagem para a quimioterapia: comodidade e segurança sem custo extra
A teletriagem para a quimioterapia é uma facilidade que o A.C.Camargo Cancer Center passa a oferecer a seus pacientes. É que, antes de cada sessão, a pessoa em tratamento tem de se submeter a uma triagem com a equipe de enfermagem, processo este que avalia...
Covid-19: Guia para entrar e sair de casa
Clique aqui caso tenha problemas para acessar o vídeo video { width: 100%; height: auto; }
Cinco jeitos de curtir SP
São Paulo apresenta várias opções de lazer, diversão e cultura. Confira abaixo algumas dicas para curtir o aniversário da cidade de forma gratuita, saudável e divertida: Com 1,5 milhão de metros quadrados e grande variedade de plantas e aves, o Parque do Ibirapuera é um...
Farmácia oncológica - sua importância e seus diferenciais
Além de tornar o cuidado mais seguro, farmacêuticos que trabalham de forma integrada com a equipe que acompanha o paciente em todas as etapas, desde o diagnóstico até a reabilitação, oferecem muitos benefícios para o paciente. A certeza de que os medicamentos são manipulados corretamente...