Coronavírus: os impactos no paciente oncológico Pular para o conteúdo principal

O Coronavírus e o paciente oncológico

 
Publicado em:

O Coronavírus e o paciente oncológico

Publicado em:

A situação requer atenção – no entanto, o mais importante é não interromper o tratamento

A manutenção do tratamento oncológico é fundamental para o sucesso terapêutico. 

“O Coronavírus é mais um item que o paciente deve considerar em sua rotina de precauções, que já é muito criteriosa para quem trata o câncer”, afirma o Dr. Victor Piana, Superintendente Executivo de Operações e Diretor Médico do A.C.Camargo Cancer Center. 

“Entre elas, ele deve lavar as mãos frequentemente, restringir as visitas e evitar um contato físico com pessoas com algum problema de saúde, como gripes”, explica o especialista.

O paciente oncológico sofre com o efeito imunossupressor de alguns tratamentos. Durante a quimioterapia ou a radioterapia, por exemplo, a imunidade fica mais baixa.

“E, se tiver febre, sintomas respiratórios, especialmente falta de ar e cansaço, o paciente deve procurar o pronto socorro, algo que ele já faria mesmo sem a pandemia do Coronavírus”, complementa o Dr. Victor Piana. 


Não parar o tratamento

Quando o paciente imunossuprimido desenvolve o Coronavírus, ele pode ficar mais vulnerável.

Uma coisa, porém, é certa. “Um paciente com câncer não deve interromper seu tratamento oncológico”, acrescenta o Dr. Victor Piana. 
 

Cuidados importantes

Outras orientações relevantes para o paciente oncológico evitar:

- Aglomerações e ambientes fechados;
- O cumprimento com apertos de mão, beijos e abraços, mesmo nos médicos e outros profissionais de saúde 
- Visitas desnecessárias; 
- Acompanhantes que apresentem sintomas de gripe ou suspeita de Coronavírus – é importante que seja apenas um acompanhante.

Mais Coronavírus
- Como se proteger
- Recomendações importantes
- Dúvidas mais frequentes
- O que é

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?
Ao continuar você confirma ter ciência de nossa Política de Privacidade e dos respectivos Avisos de Privacidade e Proteção de Dados presentes em nosso Portal de Privacidade.
CAPTCHA
Esta pergunta é para testar se você é humano e para evitar envios de spam

Veja também

Nossos índices de chance de cura são os mais altos do país
Lançado em abril de 2023, o Observatório do Câncer do A.C.Camargo avaliou mais de 98 mil casos tratados na instituição nos últimos 20 anos. E os dados apresentados mostram que, cada vez mais, alcançamos ótimos resultados junto aos pacientes. Nos...
Linfoma de Hodgkin x Linfoma não Hodgkin
Conheça os sinais e sintomas de cada um destes tipos de câncer hematológicos O linfoma surge no sistema linfático, uma rede de pequenos vasos e gânglios que é parte tanto do sistema circulatório como do sistema imune. O sistema coleta...
Conheça o centro de imunização do A.C.Camargo
O centro de imunização do A.C.Camargo Cancer Center surgiu para ampliar ainda mais o cuidado ao paciente oncológico oferecido na instituição. O espaço disponibiliza com comodidade e agilidade as vacinas para pacientes, familiares e qualquer pessoa interessada no serviço de...
Câncer colorretal tem cura e pode ser prevenido
O câncer colorretal é um dos mais frequentes no mundo todo. A boa notícia é que há prevenção para reduzir a probabilidade de desenvolver este câncer e as taxas de cura são altas quando detectadas precocemente. Por isso, conhecer e...
Proteja-se: vacina contra HPV é sua defesa contra vários tipos de câncer
O papilomavírus humano (HPV) é uma infecção sexualmente transmissível (IST) que pode ser transmitida por relações sexuais desprotegidas, infectando a pele ou as mucosas, como boca, vulva, vagina, colo do útero, reto, pênis, entre outros. Porém, mais importante ainda é...