Imunoterapia para o câncer de mama triplo negativo metastático Pular para o conteúdo principal

Imunoterapia para o câncer de mama triplo negativo metastático

 
Publicado em:

Imunoterapia para o câncer de mama triplo negativo metastático

Publicado em:

Por Solange Sanches, oncologista clínica e vice-coordenadora do Centro de Referência em Tumores da Mama

O uso da imunoterapia, que já demonstrou seu papel extremamente divisor de águas no tratamento de vários tipos de tumores, como pulmão, bexiga e cabeça e pescoço, também vem começando a mostrar seu benefício a determinados subtipos de câncer de mama.

Neste estudo, o Keynote-355, a utilização da imunoterapia, no caso uma medicação chamada Pembrolizumabe associada à quimioterapia, foi comparada ao uso somente da quimioterapia em tumores de mama triplo negativos metastáticos – estes, casos que nunca haviam recebido tratamento para doença metastática.

O que se viu foi uma diferença significativa: redução de 35% no risco de progressão da doença para aquelas pacientes que receberam Pembrolizumabe associado à quimioterapia. Estas também tinham um PD-L1 positivo. Trata-se de uma contagem que se faz das células que têm uma capacidade imune, tanto no tumor como nas células em volta.

Então, quem tinha um score maior do que 10, chegou a ter 9,7 meses de tratamento até que 50% delas progredissem, versus 5,6 meses de quem fez apenas quimioterapia – uma diferença de quatro meses em sobrevida livre de progressão.

Para se ter uma ideia, isso quer dizer que, em 12 meses, 23% das mulheres que receberam apenas a quimioterapia estavam sem progressão da doença, versus 39% das que fizeram uso do Pembrolizumabe associado à quimioterapia.

Quanto àquelas pacientes que já haviam realizado tratamento adjuvante antes de se tornarem metastáticas, embora esse subgrupo seja pequeno, a gente sabe que as que recidivaram com menos de 12 meses não tiveram tanto benefício como as mulheres que recidivaram depois de 12 meses do término do tratamento adjuvante, ou que abriram o quadro já  metastáticas.

Solange Moraes Sanches

Saiba mais:
- Acompanhe aqui o melhor do ASCO Annual Meeting 2020

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?
Ao continuar você confirma ter ciência de nossa Política de Privacidade e dos respectivos Avisos de Privacidade e Proteção de Dados presentes em nosso Portal de Privacidade.
CAPTCHA
Esta pergunta é para testar se você é humano e para evitar envios de spam

Veja também

Imunoterapia para o câncer colorretal metastático
Por Celso Abdon Lopes de Mello, oncologista clínico do A.C.Camargo Cancer Center O estudo mais aguardado desta ASCO foi o Keynote-177 , pois a imunoterapia é usada para diversos tumores atualmente. Para os pacientes com câncer colorretal, a imunoterapia é...
Avaliação de resposta discordante entre PET/CT 18F-FDG e RECIST em pacientes com melanomas metastáticos tratados com inibidores de pontos de verificação
Por Milton José de Barros e Silva, primeiro autor do estudo e oncologista clínico do A.C.Camargo Cancer Center A imunoterapia com inibidores de pontos de verificação vem revolucionando o tratamento dos pacientes com melanoma metastático. Nos estudos que levaram à...
Seguimento de longo prazo de Lifileucel – terapia com TILs para pacientes com melanoma avançado que falharam em múltiplos tratamentos
Por Milton José de Barros e Silva, oncologista clínico do A.C.Camargo Cancer Center O tratamento do melanoma metastático avançou muito na última década com a imunoterapia, através dos inibidores de pontos de verificação e da terapia-alvo para os pacientes com...
Estudo Fase Ib de Toripalimabe associado a Axitinibe em pacientes portadores de melanoma de mucosa avançado
Por Daniel Garcia, oncologista clínico do A.C.Camargo Cancer Center O melanoma de mucosa pode se originar em diversas regiões, sendo as mais frequentes: cavidades nasal e oral e mucosa vulvovaginal e anorretal. É um subtipo raro de melanoma, sendo responsável...
Covid-19 e imunoterapia em pacientes com câncer em tratamento
Conheça os cuidados que essas pessoas devem manter para garantir a proteção contra o vírus Covid-19 e imunoterapia . As pessoas que fazem tratamento contra o câncer a partir desse tipo de terapia devem ter os mesmos cuidados da população...