Atendimento oncológico protegido: o tratamento contra o câncer em tempos de pandemia

 
Publicado em: 01/07/2021 - 15:07:49
Linha Fina

As medidas do atendimento oncológico protegido do A.C.Camargo Cancer Center proporcionam um ambiente seguro para o paciente prosseguir com seu tratamento 

O tratamento contra o câncer traz muitas dúvidas e preocupações ao paciente. A rotina muda bastante e os cuidados para evitar uma possível contaminação por vírus ou bactérias vira regra, ainda mais em tempos de pandemia da covid-19.

É importante que o paciente, ao fazer seu tratamento oncológico, conte com um espaço higienizado e protegido, para que ele consiga fazer todos seus procedimentos com tranquilidade e segurança, como no A.C.Camargo.

“Durante todo meu processo de diagnóstico de câncer, me sentia bem segura, com os profissionais e pacientes sempre usando máscara de forma adequada. O que me chamou atenção foi que sempre recebemos máscaras novas na entrada, nunca vi isso em lugar algum. Me senti acolhida e protegida”, diz Francilene Gomes, paciente do A.C.Camargo desde outubro de 2020.

O início do tratamento da Francilene se deu em plena pandemia, o que a assustou de início. “Claro que senti medo de ser contaminada, afinal, estou em completo isolamento, só saio de casa para ir ao A.C.Camargo. Mas quando vou até lá, me sinto segura, vejo que a Instituição tem sempre álcool em gel à disposição e os profissionais estão sempre usando máscaras”, conta.

“Ficou marcado para mim como uma experiência humana, que fez e faz diferença em minha vida, não só nesse processo de estabilizar o câncer, mas contar com tratamento humanizado, solidário e empático”.

Quem tem câncer, tem pressa. Não deixe de observar os sinais e sintomas do câncer e mantenha as suas rotinas de diagnóstico e tratamento.  

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?
Ao continuar você confirma ter ciência de nossa Política de Privacidade e dos respectivos Avisos de Privacidade e Proteção de Dados presentes em nosso Portal de Privacidade.
CAPTCHA
Esta pergunta é para testar se você é humano e para evitar envios de spam

Veja também

A bebida alcoólica eleva o risco de um câncer de boca?
A bebida alcoólica pode ser, sim, um fator de risco para o desenvolvimento de um câncer. Essa associação ocorre não apenas para um tumor de cabeça e pescoço, como boca, faringe e laringe. O álcool também pode implicar problemas no esôfago, mama e intestino grosso...
Podcast Rádio Cancer Center #19 - Julho Verde e a reabilitação de um câncer de cabeça e pescoço
Conheça mais as possibilidades terapêuticas da fonoaudiologia e da estomatologia Neste Julho Verde, mês de conscientização para o combate aos tumores de cabeça e pescoço (leia mais a seguir), é importante falar de reabilitação. É fundamental ressaltar as possibilidades de tratamento e até mesmo conhecer...
Pesquisa aponta aumento da incidência de câncer de orofaringe associado a infecção por vírus HPV
Neste Julho Verde, mês de conscientização sobre o combate aos tumores de cabeça e pescoço, conheça este estudo feito na cidade de São Paulo, que analisou mais de 15 mil casos de câncer de boca e orofaringe O papilomavírus humano (HPV) é um vírus que...
Julho Verde: 9 mitos & verdades sobre o câncer de cabeça e pescoço
Julho Verde: os tumores de cabeça e pescoço representam o nono tipo de câncer mais comum no mundo, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS). Incluindo todas as áreas da cavidade oral, como a língua e boca, e órgãos como laringe, faringe, seios...
Mieloma múltiplo: conheça os sinais e sintomas
O mieloma múltiplo é o câncer de um tipo de célula da medula óssea chamada de plasmócito, responsável pela produção de anticorpos que combatem vírus e bactérias. No mieloma múltiplo, os plasmócitos são anormais e se multiplicam rapidamente, comprometendo a produção das outras células do...