Relatório da American Cancer Society indica queda na taxa de mortalidade entre os principais tipos de câncer

Publicado em: 20/12/2015 - 22:12:00

O índice de mortes de 2010 a 2014 diminuiu em 11 dos 16 tipos mais comuns de câncer entre os homens e em 13 dos 18 tipos mais comuns de câncer entre as mulheres, incluindo pulmão, colorretal, mama e câncer de próstata. 

Os maiores aumentos na sobrevida foram observados nos cânceres de próstata, rim, linfoma não Hodgkin, mieloma múltiplo e leucemia.

O estudo é assinado por pesquisadores da Sociedade Americana do Câncer, dos Centros para o Controle e Prevenção de Doenças, do Instituto Nacional do Câncer e da Associação de Registros de Câncer (NAACCR, na sigla em inglês).

Os autores sugerem que fatores como detecção precoce e tratamentos mais eficazes contribuíram para a queda.

No entanto, apesar de ter diminuído 50% nos últimos 50 anos, o tabagismo ainda  é a principal causa de mortes por câncer. A obesidade, cuja incidência tem aumentado, também merece atenção, sendo responsável por cerca de 20% dos casos.

 "A queda continuada na mortalidade por câncer é uma notícia bem-vinda, porque reflete melhorias na prevenção, na detecção precoce e no tratamento", comemora a diretora da NAACCR, Betsy Kohler. "Mas o relatório também nos mostra que o progresso foi limitado em diversos tipos de câncer, o que nos exigirá esforços para descobrir novas estratégias e intervenções."

Outras melhorias nas perspectivas de sobrevivência são esperadas na sequência dos recentes avanços na medicina personalizada imunoterapia para cânceres em estágio tardio. Os autores, porém, alertam de que o alto custo de novos medicamentos contra o câncer – até 10 mil dólares por mês – pode colocá-los fora do alcance, mesmo para pacientes segurados pelos planos de saúde.

 

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?
Ao continuar você confirma ter ciência de nossa Política de Privacidade e dos respectivos Avisos de Privacidade e Proteção de Dados presentes em nosso Portal de Privacidade.
CAPTCHA
Esta pergunta é para testar se você é humano e para evitar envios de spam

Veja também

"Tirinhas sem Graça" - Cartunistas deixam a piada de lado e falam sério sobre câncer de próstata
O câncer de próstata é um assunto que deve ser sempre levado a sério. Baseado nesse conceito, o A.C.Camargo divulgou a ação "Tirinhas sem Graça", criada pela agência J. Walter Thompson, com ilustrações de alguns dos principais cartunistas do Brasil sobre a importância do diagnóstico...
462 anos de São Paulo: conheça alguns destaques da maior cidade do país
A cidade mais populosa de toda a América celebra hoje 462 anos. São Paulo não só é um município de grande influência política e econômica, mas também local de ricas histórias, com locais e personagens marcantes. Como homenagem à cidade sede do A.C.Camargo, conheça alguns...
7 entre 10 casos de câncer de fígado e estômago são relacionados com Hepatites B e C e H. pylory
Estimativa realizada pelo A.C.Camargo Cancer Center aponta que 70% dos tumores de estômago são associados à presença da bactéria H. pylori. O mesmo percentual é atribuído às Hepatites B e C em relação ao hepatocarcinoma, tipo mais comum de câncer no fígado. Além dessas infecções...
A perigosa relação dos jovens com o cigarro
Momento de transição para a idade adulta, é na adolescência que, geralmente, acontece o período de autoafirmação social. É nessa fase que a adoção de comportamentos e a tomada de algumas decisões podem trazer consequências prejudiciais à saúde. Um desses exemplos é o cigarro, que...
A relação entre tabagismo e obesidade com câncer de pâncreas
Os dados podem assustar: fumantes têm risco de 2 a 6 vezes maior do que não fumantes de desenvolver câncer de pâncreas; entre 20% e 30% dos pacientes diagnosticados são fumantes; e 20% dos pacientes são obesos e diabéticos obesos. A principal forma de prevenir...