Relatório da American Cancer Society indica queda na taxa de mortalidade entre os principais tipos de câncer

Publicado em: 20/12/2015 - 22:12:00
Notícias

O índice de mortes de 2010 a 2014 diminuiu em 11 dos 16 tipos mais comuns de câncer entre os homens e em 13 dos 18 tipos mais comuns de câncer entre as mulheres, incluindo pulmão, colorretal, mama e câncer de próstata. 

Os maiores aumentos na sobrevida foram observados nos cânceres de próstata, rim, linfoma não Hodgkin, mieloma múltiplo e leucemia.

O estudo é assinado por pesquisadores da Sociedade Americana do Câncer, dos Centros para o Controle e Prevenção de Doenças, do Instituto Nacional do Câncer e da Associação de Registros de Câncer (NAACCR, na sigla em inglês).

Os autores sugerem que fatores como detecção precoce e tratamentos mais eficazes contribuíram para a queda.

No entanto, apesar de ter diminuído 50% nos últimos 50 anos, o tabagismo ainda  é a principal causa de mortes por câncer. A obesidade, cuja incidência tem aumentado, também merece atenção, sendo responsável por cerca de 20% dos casos.

 "A queda continuada na mortalidade por câncer é uma notícia bem-vinda, porque reflete melhorias na prevenção, na detecção precoce e no tratamento", comemora a diretora da NAACCR, Betsy Kohler. "Mas o relatório também nos mostra que o progresso foi limitado em diversos tipos de câncer, o que nos exigirá esforços para descobrir novas estratégias e intervenções."

Outras melhorias nas perspectivas de sobrevivência são esperadas na sequência dos recentes avanços na medicina personalizada imunoterapia para cânceres em estágio tardio. Os autores, porém, alertam de que o alto custo de novos medicamentos contra o câncer – até 10 mil dólares por mês – pode colocá-los fora do alcance, mesmo para pacientes segurados pelos planos de saúde.

 

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?

Veja também

Condutas terapêuticas em mulheres com câncer de endométrio agressivo
Um estudo internacional* apresentado no ASCO 2017 analisou duas condutas terapêuticas utilizadas em mulheres com câncer de endométrio agressivo, com o objetivo de avaliar sobrevida e sobrevida livre de progressão da doença. As pacientes também foram avaliadas quanto à qualidade de vida, por meio de...
O exame de sangue oculto nas fezes é o método ideal para rastreamento do câncer colorretal em grandes populações
Pouca gente se lembra de fazer – e às vezes até mesmo os médicos se esquecem de pedir – o exame de sangue oculto nas fezes. Entretanto, ele é muito eficiente para ajudar no diagnóstico do câncer de intestino e tem a vantagem de ser...
Alimentos que ajudam na prevenção do câncer: próstata, mama e intestino
Boa alimentação pode ajudar na prevenção do câncer. Confira dicas de alimentos que podem ser aliados na prevenção de tumores na próstata, mama e intestino.
Instituições brasileiras criam projeto de capacitação em Oncologia em Moçambique
Grupo de três instituições brasileiras, formado pelo A.C.Camargo Cancer Center, pelo Hospital do Câncer de Barretos e pelo Hospital Albert Einstein, desenvolveu um projeto de capacitação em oncologia voltado para os médicos do Hospital Central de Maputo, capital do país africano. Com 25 milhões de...
Existe câncer no coração?
Órgão essencial para o corpo humano, o coração tem como função bombear o sangue, que carrega oxigênio e nutrientes por todo o organismo. Localizado no interior da cavidade torácica, é o centro do sistema circulatório e sempre requer atenção quanto à sua saúde: de acordo...