O câncer de próstata e a Oncogenética

Publicado em: 29/11/2019 - 09:11:43

Alguns perfis de pacientes tendem a um risco aumentado de desenvolver esse tipo de tumor e precisam antecipar o rastreamento

Câncer de próstata, uma enfermidade ligada ao fator genético. Estudos mostram que de 10 a 12% desse tipo de tumor estão associados a mutações genéticas hereditárias.

“Sabemos que homens com familiares de primeiro e segundo graus com câncer de próstata têm um risco aumentado em relação à população geral, e, além disso, alguns casos estão associados a mutações herdadas em genes de predisposição a câncer”, explica Maria Nirvana da Cruz Formiga, médica oncologista e head do Departamento de Oncogenética do A.C.Camargo Cancer Center.


Câncer de próstata: rastreamento 

O histórico familiar é importante para o risco de câncer de próstata. Se o pai ou o irmão tiveram, deve-se começar o toque retal aos 45 anos – o normal indicado seria aos 50.

“Sabendo que o paciente tem histórico familiar importante e/ou síndrome hereditária de predisposição ao câncer de próstata, como, por exemplo, a mutação nos genes BRCA2 e ATM, preconiza-se que este homem inicie rastreamento em idade mais jovem que o recomendado ”, afirma a Dra. Maria Nirvana.


Testes genéticos 

Os testes genéticos para identificação de síndromes hereditárias de predisposição a câncer já se tornaram mais acessíveis, com valores mais em conta, embora ainda sejam considerados exames de alto custo, não disponíveis, por exemplo, na rede pública. 

O preço, porém, não é a única barreira. “O maior desafio é o conhecimento das síndromes, a capacidade de fazer o aconselhamento pré e pós-teste, tendo competência para interpretar os resultados e passar para o paciente”, diz Maria Nirvana. 

“Nem sempre um teste negativo significa que a pessoa não possa ter uma síndrome genética hereditária. Pode ser que aquele exame inicial não tenha tido uma cobertura ampla de genes e precise de alguma complementação”, finaliza a especialista. 

Doutora Maria Nirvana e o Câncer de próstata

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?
Ao continuar você confirma ter ciência de nossa Política de Privacidade e dos respectivos Avisos de Privacidade e Proteção de Dados presentes em nosso Portal de Privacidade.
CAPTCHA
Esta pergunta é para testar se você é humano e para evitar envios de spam

Veja também

A bebida alcoólica eleva o risco de um câncer de boca?
A bebida alcoólica pode ser, sim, um fator de risco para o desenvolvimento de um câncer. Essa associação ocorre não apenas para um tumor de cabeça e pescoço, como boca, faringe e laringe. O álcool também pode implicar problemas no esôfago, mama e intestino grosso...
Podcast Rádio Cancer Center #20 - O cirurgião oncológico
Conheça o papel deste especialista essencial A conversa de hoje é sobre o papel do cirurgião oncológico. Vamos falar da atuação desse especialista que é vital para o tratamento do câncer. Trata-se de um profissional que não somente é preparado para conduzir cirurgias de alta...
Podcast Rádio Cancer Center #19 - Julho Verde e a reabilitação de um câncer de cabeça e pescoço
Conheça mais as possibilidades terapêuticas da fonoaudiologia e da estomatologia Neste Julho Verde, mês de conscientização para o combate aos tumores de cabeça e pescoço (leia mais a seguir), é importante falar de reabilitação. É fundamental ressaltar as possibilidades de tratamento e até mesmo conhecer...
Como eu me tornei uma oncologista
Para marcar este 9 de julho, Dia do Oncologista, saiba mais sobre a profissão com o depoimento da Dra. Maria Nirvana da Cruz Formiga, oncologista clínica do Departamento de Oncogenética do A.C.Camargo “A oncologia é uma área que me encantou desde o 5° ano da...
Julho Verde: 9 mitos & verdades sobre o câncer de cabeça e pescoço
Julho Verde: os tumores de cabeça e pescoço representam o nono tipo de câncer mais comum no mundo, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS). Incluindo todas as áreas da cavidade oral, como a língua e boca, e órgãos como laringe, faringe, seios...