Exames de rastreamento do câncer colorretal: Sangue Oculto nas Fezes e Colonoscopia

Publicado em: 03/04/2016 - 21:04:00
Notícias

No Brasil, o tumor maligno no cólon e no reto é o terceiro tipo mais comum em homens e o segundo em mulheres. Diagnosticado inicialmente, o câncer colorretal pode apresentar cerca de 90% de chances de sucesso no tratamento. No entanto, apenas 25% dos casos são detectados precocemente.

Atualmente, o método mais conhecido de rastreamento do câncer colorretal é o exame endoscópico no intestino grosso, chamado colonoscopia. Porém, devido às dificuldades de sua expansão a toda a população, pelo custo mais elevado e por ser considerado invasivo, surgiu uma análise sobre a eficiência do sangue oculto nas fezes, que pode ajudar a determinar quais pacientes realmente precisam realizar a colonoscopia. Confira o infográfico abaixo com importantes números dessa pesquisa e saiba mais sobre o diagnóstico do câncer colorretal.

 

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?

Veja também

A Síndrome de Lynch e sua relação com o câncer colorretal
Responsável por cerca de 5% dos casos de câncer de intestino, a Síndrome de Lynch é decorrente de uma alteração genética que aumenta o risco de desenvolvimento de tumores no cólon e no reto. Além disso, pode aumentar também a predisposição ao câncer em outras...
Amor à Vida destaca importância do feminismo e oferece dicas para pacientes oncológicos
Com um olhar voltado à mulher, o grupo de apoio Amor à Vida realizou duas palestras especiais para o público feminino. Enquanto Dra. Maria Teresa Cruz Lourenço abordou grandes manifestações políticas na busca pelos direitos das mulheres, a organizadora dos encontros, Simone Navarro Fortes, compartilhou...
Destruindo tumores: células podem programar de que forma vão morrer
Estudos apresentados no AACR Meeting 2017, em Washington, mostram que mecanismos que levam a célula para a morte programada podem colaborar no tratamento do câncer. O processo de morte celular programada, isto é, em que a célula decide a própria morte, ocorre em todo o...
Prevenção não tira férias - Mulher prevenida está sempre de olho na saúde
Cuidar da saúde deve ser uma prática cotidiana. E as férias podem ser um ótimo momento para incluir em sua rotina hábitos saudáveis, como exercícios físicos e alimentação equilibrada, importantes fatores de prevenção do câncer. Conheça as principais dicas que podem ajudar na prevenção de...
7 entre 10 casos de câncer de fígado e estômago são relacionados com Hepatites B e C e H. pylory
Estimativa realizada pelo A.C.Camargo Cancer Center aponta que 70% dos tumores de estômago são associados à presença da bactéria H. pylori. O mesmo percentual é atribuído às Hepatites B e C em relação ao hepatocarcinoma, tipo mais comum de câncer no fígado. Além dessas infecções...