Imagem realista de diversas estruturas para biópsia líquida

Revista Next Frontiers

Confira a edição completa

Capa da 3ª edição com destaque para uma imagem da microbiota

Clique aqui para acessar

Criada para apresentar à sociedade e à comunidade científica a produção do A.C.Camargo Cancer Center em assistência, ensino e pesquisa, a quarta edição da revista destaca a biópsia líquida e alguns estudos da nossa instituição na busca de células tumorais circulantes e DNA tumoral circulante no sangue, bem como das possibilidades de encontrá-los em outros fluidos tumorais.  

A seção Tecnologia apresenta um dos últimos grandes investimentos de nosso Cancer Center, a compra do Nvidia 100 DGX A100. Somos um dos primeiros no Brasil a fazer a aquisição, que eleva exponencialmente nossa capacidade de colocar a análise de dados a serviço de ensino, pesquisa e assistência.  

Outros investimentos e duas importantes pesquisas, das inúmeras realizadas no A.C.Camargo, também compõem a edição, o experimento do Centro de Referência da Urologia com xenoenxerto de carcinomas renais e a inovação na conduta do Centro de Referência em Tumores Cutâneos, a partir de um achado na pesquisa de Dra. Ivana Gibons.  

Confira tudo isso a seguir! 

Confira nesta edição  

Ilustração de um ambiente de biópsia líquida

ESPECIAL - BIÓPSIA LÍQUIDA
Usada para avaliação de células tumorais circulantes ou DNA tumoral circulante tem sido considerada promissora e útil na clínica oncológica 

Foto do pesquisador Daniel de Carvalho

ENTREVISTA: DANIEL DE CARVALHO
Pesquisador brasileiro prestes a colocar no mercado o exame de sangue que poderá dizer se o paciente tem câncer e onde está o tumor fala à Next Frontiers 

CIÊNCIA E TECNOLOGIA
O Nvidia 100 DGX A100 vai acelerar exponencialmente a análise de dados 

CASO
Implante de tumores renais de humanos em camundongos pode trazer contribuições inéditas à área 

POR DENTRO
Novo CMO, nova endoscopia e Next Frontiers são destaques da seção 

PESQUISA
Melanoma em trânsito ganha nova conduta no centro de referência de tumores cutâneos 

FOCO DO PACIENTE
Terapia com pets eleva bem-estar do paciente internado 

Confira na 3ª edição  

Confira a edição completa

Capa da 3ª edição com destaque para uma imagem da microbiota

Clique aqui para acessar

Criada para apresentar à sociedade e à comunidade científica a produção do A.C.Camargo Cancer Center em assistência, ensino e pesquisa, a terceira edição de Next Frontiers destaca a presente na sua principal reportagem um resumo de todos os estudos que a instituição conduz sobre a microbiota no tratamento do câncer. Já há resultados que nos mostram a interferência de bactérias nas respostas a quimio e radioterapia e sucessos obtidos em estudos após transplante fecal.  

Em Ciência e Tecnologia, mais uma contribuição do A.C.Camargo ao tratamento do câncer a partir de pesquisa e inovação. Trata-se de um dispositivo, criado em parceria com o Insper, que é capaz de localizar lesões mamárias de difícil acesso com a ajuda do tomógrafo em vez da ressonância magnética. O dispositivo tem potencial de reduzir expressivamente o custo do procedimento e o tornar mais acessível a todos. Ainda, como a primeira ablação de metástase vertebral, feita em nosso cancer center reconstituiu a coluna e salvou a mobilidade das pernas de um de nossos pacientes, Ewerton Avelino da Silva. Além de tudo isso, a edição traz em Ensino os nossos atuais programas de responsabilidade social voltados à educação, as novidades institucionais do A.C.Camargo e o resultado do primeiro mandato do nosso Conselho Consultivo de Pacientes e Familiares.   

Ilustração realista que simula uma microbiota

ESPECIAL MICROBIOTA
Estudos do A.C.Camargo Cancer Center encontram na microbiota uma valiosa ferramenta para a luta contra o câncer

Foto do pesquisador André Carvalho

ENTREVISTA
André Carvalho - Segundo pesquisador do Iarc, é possível combater até 40% de todos os cânceres com políticas públicas de prevenção e detecção precoce

Confira na 2ª edição  

Confira a edição completa

Clique aqui para acessar

Criada para apresentar à sociedade e à comunidade científica a produção do A.C.Camargo Cancer Center em assistência, ensino e pesquisa, a segunda edição de Next Frontiers destaca uma parceria inédita entre A.C.Camargo e Sabará para entregar excelência no tratamento do câncer infantojuvenil; uma reportagem especial sobre imunoterapia por células CAR-T apresenta os avanços atrelados à novidade e, em entrevista, a emérita cientista Mary Gospodarowicz, diretora médica do Princess Margaret Cancer Centre e ex-presidente do UICC, conta sobre a importância de unir esforços na luta global contra o câncer. 

A reportagem de capa, além de contar o que é e como atua a imunoterapia por CAR-T, destaca que o A.C.Camargo Cancer Center foi um dos centros mundiais escolhidos para integrar estudos clínicos do novo tratamento, que lança mão de células geneticamente modificadas para programar o sistema imune a destruir tumores. A edição conta ainda a história de um século do combate ao câncer e as principais conquistas mundiais da ciência; apresenta o Mestrado Profissional e a Residência do A.C.Camargo e, no encerramento, mostra ao leitor o trabalho centrado no paciente realizado pelo Programa de Navegação do cancer center e seu papel fundamental para reduzir gargalos e ganhar tempo no tratamento. 

 

Ilustração de uma célula de Cart-T

IMUNOTERAPIA POR CAR-T
A.C.Camargo Cancer Center testa nova modalidade de tratamento que usa os linfócitos T para destruir o tumor

Mary Gospodarowicz

ENTREVISTA
Mary Gospodarowicz, renomada cientista e diretora médica do Princess Margaret Cancer Centre, fala da importância de unir esforços na luta contra o câncer

HISTÓRIA
A.C.Camargo Cancer Center: Um sonho que salva vidas há 68 anos

CASO
Tumor Board: reuniões multidisciplinares e decisão colegiada são decisivas para obter as melhores condutas

HISTÓRIA
Assistência, ensino e pesquisa organizados no modelo cancer center atuam no combate à doença

ENSINO DIGITAL
Pós-graduação migra para plataformas digitais e inaugura o Mestrado Profissional

Confira na 1ª edição  

Confira a edição completa

Capa da 3ª edição com destaque para uma imagem da microbiota

Clique aqui para acessar

Esta é a primeira edição da Next Frontiers, uma revista pensada para falar de ciência a cientistas e profissionais da saúde brasileiros ligados à Oncologia. Não é a primeira iniciativa do A.C.Camargo Cancer Center voltada a dividir conhecimento científico. Em 1975, a instituição lançou o periódico científico Acta Oncológica Brasileira, para disseminar a produção científica oncológica multidisciplinar do país e da instituição. Em 2004, o nome foi mudado para Applied Cancer Research (ACR), e a revista passou a ter revisão por pares e a ser indexada na Excerpta Medica and Latin American Index Medicus (Lilacs). Entre 2016 e 2020, a ACR foi publicada pela editora Biomed Central da Springer Nature com o propósito de divulgar por acesso aberto artigos científicos inéditos da comunidade mundial.

A Next Frontiers surge agora não como um periódico científico, mas com o desafio de ser um veículo para apresentar à sociedade a pesquisa produzida no A.C.Camargo, bem como o que a comunidade científica produz de mais relevante em Oncologia no Brasil e no mundo. As páginas da revista trarão o que há de novo em tratamento, diagnóstico e tecnologia para combater a doença.

 

CIÊNCIA
Genes, ciência de dados e tecnologia levarão o conhecimento na área oncológica a um novo patamar

Eduardo Franco

ENTREVISTA
Para o cientista Eduardo Franco, sem vacinação em massa o vírus tende a ficar mais infeccioso e transmissível

Ilustração de uma célula (vermelha) sendo atacada pelo vírus SARS-COV2 (verde)

ESPECIAL
Confira estudos e novas diretrizes adotadas pelo A.C.Camargo e pelo mundo para tratar o câncer na pandemia

HISTÓRIA
A.C.Camargo Cancer Center: Um sonho que salva vidas há 68 anos

CASO
Tumor Board: reuniões multidisciplinares e decisão colegiada são decisivas para obter as melhores condutas

HISTÓRIA
Assistência, ensino e pesquisa organizados no modelo cancer center atuam no combate à doença

ENSINO DIGITAL
Pós-graduação migra para plataformas digitais e inaugura o Mestrado Profissional