Cérebro

As principais áreas do cérebro incluem os hemisférios cerebrais, os gânglios basais, o cerebelo e tronco cerebral. Os tumores do cérebro afetam diferentes funções e causam sintomas diversos. Os tratamentos e os prognósticos também variam bastante.

Dia Internacional do Câncer na Infância: atenção a possíveis sinais e sintomas

Linha Fina

“Através de Nossas Mãos” é o mote de uma campanha mundial de conscientização; saiba como identificar um tumor pediátrico e conheça a parceria entre o A.C.Camargo e o Sabará Hospital Infantil

O Dia Internacional do Câncer na Infância, que desde 2001 acontece em todo 15 de fevereiro, reafirma quão essencial é ter atenção a um problema que atinge, anualmente, mais de 300 mil crianças e jovens com idade entre 0 e 19 anos, que são diagnosticadas mundo afora.

Já no Brasil, só para este 2022, a estimativa do INCA é de 4.310 novos casos para o sexo masculino e de 4.150 para o feminino.

Iniciativa da Childhood Cancer International (CCI), a data visa educar profissionais de saúde e o público em geral sobre o câncer infanto-juvenil em relação ao acesso aos melhores tratamentos e medicamentos.

E, claro, também visa apoiar crianças e adolescentes com câncer e suas famílias.


Dia Internacional do Câncer na Infância: Através de Nossas Mãos 

Para o triênio 2021–2023, a campanha mundial liderada pela CCI usa a hashtag #throughourhands, espalhando a mensagem que a maior taxa de sobrevivência é alcançável Through our Hands (Através de Nossas Mãos, em tradução livre).

Simbolizando que o câncer infantil é curável, a campanha utiliza uma imagem que representa a “Árvore da Vida”, onde veem-se mãos, que estão ali para simbolizar a cura em contexto regional, nacional e internacional. Já as raízes representam as ações para garantir o sucesso no tratamento. Veja:

Logomarca do Dia Internacional do Câncer na Infância: é uma árvore desenhada a partir de mãos que imitam as folhas, são mãos nas cores cinza, laranja, azul, vermelha, verde e marrom

Sinais e sintomas

•    Febres e infecções recorrentes, que ocorrem porque o corpo não tem glóbulos brancos saudáveis suficientes para combater infecções – em alguns casos, a febre ocorre também devido à produção de substâncias pirogênicas provocadas pela neoplasia
•    Sangramentos pelo nariz e nas gengivas, porque o organismo não tem plaquetas suficientes para coagulação do sangue
•    Dor ou sensação de inchaço abaixo das costelas, que pode ser causada pelo aumento do baço ou do fígado devido à infiltração de células leucêmicas nesses órgãos
•    Sangramentos e hematomas que aparecem facilmente
•    Fraqueza e cansaço
•    Dores de cabeça, tontura ou dificuldade para respirar
•    Perda de apetite
•    Dor nos ossos ou nas juntas
•    Petéquias, ou seja, pontos vermelhos que aparecem na pele causados por pequenos sangramentos sob a pele
•    Caroços na virilha, nas axilas ou no pescoço, que podem ser azulados, arroxeados ou cor da pele. Esses nódulos também podem aparecer em torno dos olhos, em tons verde-azulados

•    Ínguas, principalmente no pescoço

•    Quando as ínguas estão dentro do tórax, podem causar desconforto respiratório e tosse que piora rapidamente

•    Rápido aumento do abdômen

•    Pode ocorrer febre, sudorese e perda de peso 

•    Perda de equilíbrio
•    Dificuldade de enxergar
•    Descoordenação motora
•    Dor de cabeça, sobretudo se o incômodo acordar a criança no meio da noite ou da manhã ou se a dor for motivo para a criança parar de brincar

Para um câncer de rim pediátrico (tumor de Wilms) que é mais comum em crianças entre 6 meses e 5 anos de vida, em cerca de 90% dos casos a criança não apresenta sintomas e está clinicamente bem. 

Os principais sinais clínicos são o aumento do abdômen ou um nódulo palpável na barriga.

Pode haver também hematúria (sangramento na urina).

Este tumor no sistema nervoso simpático, quase sempre, se desenvolve em crianças de até 5 anos, mas costuma ser diagnosticado entre 1 e 2 anos de idade.

Ocorre mais frequentemente na barriga e costuma se disseminar precocemente para os ossos. 

É comum o paciente ter dor nos ossos, levando a um comportamento com choro frequente, irritabilidade e mal-estar geral.

Sinais e sintomas:
•    Hematomas
•    Diarreia
•    Perda de apetite e de peso
•    Fadiga
•    Nódulos no abdome, na lombar, no pescoço ou no tórax
•    Dor nos ossos (causada pela disseminação do câncer)
•    Pálpebras caídas e olhos saltados
•    Abdômen inchado ou distendido
•    Círculos escuros sob os olhos ou ao seu redor
•    Tosse ou dificuldade para respirar
•    Dificuldade para engolir
•    Fraqueza ou paralisia das pernas
•    Febre, anemia e pressão alta
•    Inchaço das pernas ou do escroto
•    Problemas para urinar ou defecar
•    Dor de cabeça, tontura

Mais comuns em adolescentes, costumam acometer sobretudo os ossos longos das penas e braços, ou a bacia, causando dores locais. 

Essas dores aumentam gradativamente e, em casos mais avançados, pode aparecer um nódulo na perna ou no local onde está o tumor.


Parceria A.C.Camargo e Sabará Hospital Infantil 

A união entre as duas instituições é mais uma medida que vai de encontro à proposta do Dia Internacional do Câncer na Infância.

É que os casos de câncer infantil costumam ser complexos e exigem uma equipe multiprofissional que esteja bem alinhada para fazer o melhor tratamento possível.

O A.C.Camargo é focado em câncer e o Sabará é um hospital especializado no tratamento da criança. A junção dessas duas expertises faz com que as discussões fiquem mais enriquecedoras.

E só com muita discussão e estudo podemos atingir as altas taxas de cura que hoje são possíveis no tratamento de crianças e adolescentes com câncer. 


Fonte: Doutora Cecília Costa, líder do Centro de Referência em Tumores Pediátricos do A.C.Camargo

Tumores cerebrais e do sistema nervoso central: tudo sobre esses tipos de câncer

Linha Fina

Uma seleção de conteúdos com as táticas de prevenção, diagnóstico, tratamento e reabilitação

Tumores cerebrais são pouco comuns: as estatísticas mundiais apontam que, do total de tipos de câncer que existem, menos de 2% se localizam no cérebro. Mais frequentes, porém, são as metástases cerebrais de outros tumores mais incidentes, como mama ou pulmão.

Já os sintomas, o tratamento e o prognóstico dos tumores do Sistema Nervoso Central (SNC) vão depender do tipo de tumor, de sua localização precisa, do tipo de células a partir das quais ele se desenvolve e da idade do paciente.

Por isso, é importante entender como funciona o sistema nervoso central e os tipos de células que o formam. Tumores do SNC, tanto em adultos quanto em crianças, geralmente surgem em diferentes áreas e a partir de diferentes tipos de células e têm tratamentos e prognósticos diferentes

Mesmo em tempos de covid-19, o A.C.Camargo Cancer Center conta com um Atendimento Oncológico Protegido, implementado para que os pacientes possam seguir seus tratamentos com segurança, além de fazer suas consultas e exames para investigar eventuais sinais e sintomas.

Os pacientes são tratados por uma equipe multidisciplinar, que entende a necessidade individualizada de cada ser humano e o coloca no centro do cuidado, sobretudo nos tumor boards.

Para que você saiba mais sobre o universo dos tumores cerebrais e do sistema nervoso central, apresentamos a seguir dezenas de publicações, que ajudam a proteger a sua saúde.

Elas foram divididas pelas temáticas de prevenção, diagnóstico, tratamento e reabilitação, os pilares que definem a jornada do nosso paciente na Instituição.

Tem vídeos, textos... Confira:

A importância do oftalmologista no diagnóstico de tumores cerebrais
Este especialista pode desconfiar de uma lesão tumoral ligada à via óptica

Tumores cerebrais: sinais e sintomas
Aprenda a reconhecer os alertas que pedem que você procure uma consulta 

Sistema nervoso central: os sinais e sintomas de um tumor
Entenda os indícios que sinalizam quando é preciso procurar um médico

Tumores cerebrais infantis: saiba quais são os sinais e sintomas
Esse tipo de câncer costuma afetar a região posterior do sistema nervoso central das crianças

Um manual sobre os tumores cerebrais
Veja tudo que envolver esses tipos de câncer 

A importância do diagnóstico correto para tumores cerebrais
Há diversos exames capazes de detectar um eventual câncer 

Covid-19: não pare seu tratamento
Pesquisa mostra o impacto da demora em se buscar tratamento oncológico durante a pandemia 

Vídeo: entenda os tumores cerebrais
Assista e compreenda melhor sobre o tratamento cirúrgico

Vídeo: o papel da radioterapia em tumores cerebrais
Ela pode ser usada como tratamento definitivo, após uma cirurgia ou associada à quimioterapia

Vídeo: a oncologia clínica nos tumores cerebrais
Conhecer a origem do tumor é essencial para a definição do tratamento

Um guia sobre os tumores do sistema nervoso central
Fatores de risco, estadiamento, tratamento e mais

Sarcomas: A.C.Camargo integra grandiosa pesquisa 
Consorcio mundial visa entender melhor esses raros tumores que atingem nervos periféricos e outros tecidos

Podcast - Atendimento Oncológico Protegido
Saiba como o A.C.C. está preparado para cuidar de seus pacientes com segurança e excelência em tempos de Covid-19

Tratamento oncológico e libido: entenda a relação
Fatores orgânicos ou emocionais podem desencadear problemas

Genômica, a ciência que faz diferença
Assista ao vídeo e entenda melhor como ela contribui para o combate ao câncer

O que o paciente com câncer deve saber sobre interações medicamentosas?
Chás e alguns medicamentos podem interferir na ação dos quimioterápicos 

Possíveis impactos do tratamento de tumores cerebrais 
Fisioterapeutas, fonoaudiólogos e psicólogos atuam na reabilitação 

Exercício e câncer: preparação pré-cirúrgica traz vantagens aos pacientes
Descubra os inúmeros benefícios que a atividade física proporciona durante e após a cirurgia

Podcast Rádio Cancer Center - Como manter a mente calma em tempos de Covid-19
Uma conversa que ensina táticas para se reinventar e passar bem por esta atípica fase 

Fisiatra, o médico que promove mobilidade e qualidade de vida
Conheça esse profissional de essencial importância para o “ir e vir”, inclusive para o paciente oncológico 

Exercícios durante ou após a quimioterapia em pacientes com câncer
Estudo holandês apresentado na ASCO analisou o impacto da atividade física

Augusto Obuti Saito

Sobre

Ensino superior em Medicina, concluído em 2009, na Pontifícia Universidade Católica do Paraná.

Especialização em Clínica Médica, concluído em 2012, na Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo

Especialização em Oncologia Clínica, concluído em 2016, no A.C.Camargo Cancer Center  

Registro
CRM 142549
Especialidade
Oncologia Clinica
Departamento
Oncologia Clínica
Centro de Referência
Tumores do Sistema Nervoso Central

Ana Carolina Sigolo Levy Diniz

Sobre

Ensino Superior em Medicina, concluído em 2002, na Centro Universitário Lusíada – Santos/SP

Registro
CRM 108658
Especialidade
Oncologia Ginecológica
Departamento
Oncologia Clínica
Centro de Referência
Tumores do Sistema Nervoso Central

Marcos Aurelio Peterlevitz

Sobre

Ensino Superior em Medicina, concluído em 1994, na Universidade de São Paulo

Especialização em Medicina, concluída em 2000, na USP

Registro
CRM 81739
Especialidade
Neurologia
Departamento
Neurologia Adulto
Centro de Referência
Tumores do Sistema Nervoso Central

Antônio Alberto Zambon

Sobre

Head de Neurologia

Formado pela Faculdade de Medicina da USP, cursou residência em Neurologia no Hospital das Clínicas da USP e obteve doutorado em Neurologia pela mesma instituição em 1991. É médico assistente do departamento de Neurologia da Faculdade de Medicina da USP, médico neurologista assistente do Hospital Santa Catarina e obteve o título de especialista pela Sociedade Brasileira de Doenças Neuromusculares.

Registro
CRM 32280
Especialidade
Neurologia
Departamento
Neurologia Adulto
Centro de Referência
Tumores do Sistema Nervoso Central

Sergio Hideki Suzuki

Sobre

Ensino Superior em Medicina, concluído em 1989, na Universidade de São Paulo

Registro
CRM 66118
Especialidade
Neurocirurgia
Departamento
Neurocirurgia
Centro de Referência
Tumores do Sistema Nervoso Central

Paulo Issamu Sanematsu Junior

Sobre

Head de Tumores Cerebrais

Sua carreira começou com a

Graduação em Medicina pela Faculdade de Medicina da USP, em 1976. Na sequência, de 1977 a 1982, realizou Residência Médica em Neurocirurgia pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP. Em 1989, concluiu a especialização em Neurologia pelo Conselho Federal e Regional de Medicina. Trabalha no A.C. Camargo desde janeiro de 1991. Atua na direção do Serviço de Neurocirurgia do A.C.Camargo Cancer Center, que oferece tratamento dos tumores que acometem o Sistema Nervoso Central (SNC) de adultos e crianças, tumores de base de crânio, de coluna vertebral e metástases cerebrais.

Registro
CRM 27775
Especialidade
Neurocirurgia
Departamento
Neurocirurgia
Centro de Referência
Tumores do Sistema Nervoso Central

José Eduardo Souza Dias Junior

Sobre

Graduação em Medicina concluída em 2002 na UNIFENAS – Universidade José do Rosário Vellano. 

Residência em Neurologia concluída em 2004 no Hospital Universitário Alzira Velano.

Residência em Neurocirurgia em andamento na mesma instituição. 

Registro
CRM 127655
Especialidade
Neurocirurgia
Departamento
Neurocirurgia
Centro de Referência
Tumores do Sistema Nervoso Central