Linfoma de Hodgkin x Linfoma não Hodgkin

 
Publicado em: 12/06/2020 - 17:06:58

Conheça os sinais e sintomas de cada um destes tipos de câncer hematológico

O linfoma surge no sistema linfático, uma rede de pequenos vasos e gânglios que é parte tanto do sistema circulatório como do sistema imune. O sistema coleta e redireciona para o sistema circulatório um líquido claro chamado linfa, que contém células de defesa (glóbulos brancos) chamadas linfócitos.

Também fazem parte desse sistema os gânglios linfáticos (linfonodos ou nódulos linfáticos) e órgãos como timo, baço e amígdalas, estruturas que também estão envolvidas na produção de linfócitos.

Assim como a leucemia, o linfoma também é classificado em subgrupos: os Linfomas de Hodgkin, que se espalha de forma ordenada de um grupo de linfonodos para outro grupo, e o Linfoma não Hodgkin, que se espalha de maneira não ordenada e pode começar em qualquer lugar do corpo.

Confira os sinais e sintomas de cada um para diferenciá-los.

Sinais e sintomas do linfoma de Hodgkin

  • Aumento dos gânglios linfáticos, podendo ou não ter dor
  • Suores noturnos intensos, com ou sem febre
  • Febre ou calafrios à noite ou mesmo durante o dia
  • Perda de apetite
  • Perda de peso inexplicável
  • Fadiga ou perda de energia
  • Pele seca e com coceira
  • Erupção cutânea avermelhada, disseminada pelo corpo
  • Tosse e dificuldade para respirar ou desconforto no peito, causados por um gânglio linfático grandemente aumentado nessa região
  • Aumento do fígado ou do baço


Sinais e sintomas do linfoma não Hodgkin

  • Inchaço indolor dos gânglios linfáticos da virilha, axilas e pescoço
  • Suores noturnos intensos, com ou sem febre
  • Febre
  • Erupção cutânea avermelhada, disseminada pelo corpo
  • Náusea e vômitos
  • Perda de peso inexplicável
  • Cansaço
  • Coceira
  • Tosse ou dificuldade para respirar
  • Dor de cabeça e dificuldade de concentração
  • Dor no pescoço, nos braços ou no abdômen
  • Fraqueza nos braços e/ou nas pernas
  • Confusão mental


​​​​​​​Saiba mais:

- Veja se seus sinais e sintomas precisam de avaliação médica

- Agende sua consulta ou seu exame

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?
Ao continuar você confirma ter ciência de nossa Política de Privacidade e dos respectivos Avisos de Privacidade e Proteção de Dados presentes em nosso Portal de Privacidade.
CAPTCHA
Esta pergunta é para testar se você é humano e para evitar envios de spam

Veja também

A bebida alcoólica eleva o risco de um câncer de boca?
A bebida alcoólica pode ser, sim, um fator de risco para o desenvolvimento de um câncer. Essa associação ocorre não apenas para um tumor de cabeça e pescoço, como boca, faringe e laringe. O álcool também pode implicar problemas no esôfago, mama e intestino grosso...
Podcast Rádio Cancer Center #20 - O cirurgião oncológico
Conheça o papel deste especialista essencial A conversa de hoje é sobre o papel do cirurgião oncológico. Vamos falar da atuação desse especialista que é vital para o tratamento do câncer. Trata-se de um profissional que não somente é preparado para conduzir cirurgias de alta...
Podcast Rádio Cancer Center #19 - Julho Verde e a reabilitação de um câncer de cabeça e pescoço
Conheça mais as possibilidades terapêuticas da fonoaudiologia e da estomatologia Neste Julho Verde, mês de conscientização para o combate aos tumores de cabeça e pescoço (leia mais a seguir), é importante falar de reabilitação. É fundamental ressaltar as possibilidades de tratamento e até mesmo conhecer...
Como eu me tornei uma oncologista
Para marcar este 9 de julho, Dia do Oncologista, saiba mais sobre a profissão com o depoimento da Dra. Maria Nirvana da Cruz Formiga, oncologista clínica do Departamento de Oncogenética do A.C.Camargo “A oncologia é uma área que me encantou desde o 5° ano da...
Julho Verde: 9 mitos & verdades sobre o câncer de cabeça e pescoço
Julho Verde: os tumores de cabeça e pescoço representam o nono tipo de câncer mais comum no mundo, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS). Incluindo todas as áreas da cavidade oral, como a língua e boca, e órgãos como laringe, faringe, seios...