Linfoma de Hodgkin x Linfoma não Hodgkin

Publicado em: 12/06/2020 - 17:06:58
Diagnóstico
Tratamento
Sinais e Sintomas
Neoplasias Hematológicas

Conheça os sinais e sintomas de cada um destes tipos de câncer hematológico

O linfoma surge no sistema linfático, uma rede de pequenos vasos e gânglios que é parte tanto do sistema circulatório como do sistema imune. O sistema coleta e redireciona para o sistema circulatório um líquido claro chamado linfa, que contém células de defesa (glóbulos brancos) chamadas linfócitos.

Também fazem parte desse sistema os gânglios linfáticos (linfonodos ou nódulos linfáticos) e órgãos como timo, baço e amígdalas, estruturas que também estão envolvidas na produção de linfócitos.

Assim como a leucemia, o linfoma também é classificado em subgrupos: os Linfomas de Hodgkin, que se espalha de forma ordenada de um grupo de linfonodos para outro grupo, e o Linfoma não Hodgkin, que se espalha de maneira não ordenada e pode começar em qualquer lugar do corpo.

Confira os sinais e sintomas de cada um para diferenciá-los.

Sinais e sintomas do linfoma de Hodgkin

  • Aumento dos gânglios linfáticos, podendo ou não ter dor
  • Suores noturnos intensos, com ou sem febre
  • Febre ou calafrios à noite ou mesmo durante o dia
  • Perda de apetite
  • Perda de peso inexplicável
  • Fadiga ou perda de energia
  • Pele seca e com coceira
  • Erupção cutânea avermelhada, disseminada pelo corpo
  • Tosse e dificuldade para respirar ou desconforto no peito, causados por um gânglio linfático grandemente aumentado nessa região
  • Aumento do fígado ou do baço


Sinais e sintomas do linfoma não Hodgkin

  • Inchaço indolor dos gânglios linfáticos da virilha, axilas e pescoço
  • Suores noturnos intensos, com ou sem febre
  • Febre
  • Erupção cutânea avermelhada, disseminada pelo corpo
  • Náusea e vômitos
  • Perda de peso inexplicável
  • Cansaço
  • Coceira
  • Tosse ou dificuldade para respirar
  • Dor de cabeça e dificuldade de concentração
  • Dor no pescoço, nos braços ou no abdômen
  • Fraqueza nos braços e/ou nas pernas
  • Confusão mental


​​​​​​​Saiba mais:

- Veja se seus sinais e sintomas precisam de avaliação médica

- Agende sua consulta ou seu exame

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?

Veja também

O papel do farmacêutico em um Hospital Oncológico
Você sabe qual o papel de um farmacêutico em um hospital oncológico? Segundo Edna Tanaka, supervisora da Farmácia do Hospital A.C.Camargo, "a missão da farmácia é promover assistência farmacêutica aos profissionais envolvidos no tratamento dos pacientes, garantindo a segurança da cadeia de abastecimento e uso...
Vídeo: a evolução do tratamento cirúrgico no câncer de intestino
Nos últimos 20 anos, o tratamento cirúrgico do câncer de intestino avançou bastante. É possível, hoje, retirar pequenos tumores até por colonoscopia. Há ainda as cirurgias por videolaparoscopia e robótica. Assista ao vídeo e entenda mais sobre o tema com Samuel Aguiar, cirurgião oncológico e...
Mitos e verdades sobre o câncer infantil
O câncer infantil é considerado uma doença rara. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o número de novos casos de câncer infanto-juvenis esperados para cada ano do triênio 2020-2022 será de 4.310 casos novos para meninos e 4.150 para meninas. Esses valores correspondem a...
Câncer de pele: como se defender
Gratuito, o evento reforça a importância da prevenção e do diagnóstico precoce de tumores cutâneos O câncer de pele é especialmente lembrado neste mês, o já conhecido Dezembro Laranja. E o A.C.Camargo Cancer Center destaca, sempre, que prevenir é a melhor atitude. É necessário ter...
Cirurgia oncológica: as evoluções que beneficiam os pacientes
A cirurgia oncológica foi a primeira modalidade de tratamento do câncer e, em mais de 80% dos casos, ainda continua sendo necessária no tratamento desta doença. A cirurgia oncológica deve estar no coração do planejamento terapêutico. O cirurgião oncologista é um profissional preparado, não somente...