Uma mãe e um filho com a professora da Escola Especializada

Escola Especializada Schwester Heine

A Escola Especializada Schwester Heine, completará 35 anos em 2022. Foi à primeira escola em uma instituição hospitalar privada do país. 

Carinhosamente chamada de Escolinha da Pediatria, ela se tornou referência nacional da Pedagogia Hospitalar. Professores da rede pública Municipal e Estadual da educação básica ministram as aulas, com um projeto pedagógico especialmente desenvolvido para os alunos durante o tratamento oncológico. O objetivo é valorizar a formação das crianças e dos adolescentes e também ajudá-los no retorno e reintegração ao convívio escolar. A iniciativa é desenvolvida em conjunto com as Secretarias Municipal e Estadual de Educação e abrange da educação infantil ao ensino médio.

A Escola foi fundada pela Dona Carmen Prudente, em 1987, junto com a pedagoga Maria Genoveva Vello. Atualmente, o que assegura o atendimento educacional nos hospitais são os direitos conquistados no decorrer desses anos de sua fundação como, por exemplo, a Lei Nº 13.716, de 24 de setembro de 2018, que garante o atendimento pedagógico durante o período de internação e tratamento de saúde do estudante da educação básica, em regime hospitalar, por tempo prolongado. Esse aluno tem o direito ao atendimento educacional na classe hospitalar, interligado à Educação Especial.

Dona Carmen Prudente
"
As crianças conseguiam vencer a doença, mas não conseguiriam vencer na vida sem educação
Dona Carmen Prudente

O Objetivo do atendimento Educacional para os escolares enfermos do A.C.Camargo Cancer Center 

Ser um espaço pedagógico e cultural de formação de sujeitos empoderados para o exercício da plena cidadania e da consciência crítica, no processo de desenvolvimento e de aprendizagem das crianças e jovens em tratamento contra o câncer infantojuvenil no A. C. Camargo Cancer Center, a partir da garantia da continuidade dos estudos contribuindo para seu regresso e reintegração ao convívio escolar, e valorizando o processo como um instrumento de humanização e de interação social.

Caracterização

Em 2021, realizamos 7.511 atendimentos pedagógicos entre atendimentos online e presencial, garantindo assim a continuidade dos estudos, contribuindo para o regresso e reintegração ao convívio escolar dos alunos, sempre por meio de metas traçadas com o intuito de minimizar os prejuízos acadêmicos que o tratamento pode causar, principalmente em decorrência da ausência do estudante na escola regular. 

A classe hospitalar é fundamental para o acompanhamento de crianças e adolescentes desde o início do tratamento, pois carrega consigo estratégias educacionais que englobam a educação infantil até o ensino médio. Além de propostas pedagógicas, introduzimos o lúdico, o brincar e a humanização, construindo um lugar de aprendizado para o futuro e o preparo de cidadãos que irão tornar-se agentes modificadores da sociedade.

O atendimento das crianças e jovens é realizado em diversos locais, as salas de aulas localizam-se nos dois principais ambientes de atendimento pediátrico do hospital: Internação e Ambulatório. 

Na internação, os estudantes são atendidos durante todo seu período de hospitalização. Quando a doença não permite que ele vá até o espaço físico da escola, o professor faz o atendimento no leito. 

O Ambulatório possui sala de aula para realização das atividades, que podem ser agendadas ou não. 

Além disso, as crianças e adolescentes que estão na UTI, isolados por doenças infectocontagiosas, Quimioterapia ou Emergência, tem seu atendimento garantido de acordo com suas necessidades e possibilidades, mesmo que não consigam se locomover por algum motivo, o trabalho pedagógico será realizado no leito, com o deslocamento dos docentes, para que o estudante não tenha nenhum prejuízo. 

Tendências Pedagógicas 

Algumas concepções pedagógicas que sustentam e norteiam a prática educativa e as vivências fundamentais à luz da humanização, centram-se em bases teóricas como: Howard Gardner e as múltiplas inteligências. De acordo com essa teoria o ser humano possui várias inteligências, sendo que umas pode destacar-se mais do que outras; as teorias de Henri Wallon sobre a dimensão afetiva do conhecimento e a relação dialética entre a interação com o meio físico e social e a construção do EU; os pressupostos de  Paulo Freire que consideram a realidade do aluno e traçam um percurso dialético para a aprendizagem significativa, com a pedagogia para a liberdade e a educação crítica da realidade, onde o aluno é protagonista em seu processo de construção educativa cidadã, são conceitos que permeiam nosso Projeto Pedagógico e, consequentemente, nossa prática educacional.