Programa Dona Carolina Tamandaré | A.C.Camargo Cancer Center Pular para o conteúdo principal

Programa Dona Carolina Tamandaré

 

Programa Dona Carolina Tamandaré

5 minuto(s) de leitura

Uma jovem sorrindo com o braço levantado

Uma jovem sorrindo com o braço levantado
5 minuto(s) de leitura

O Programa Dona Carolina Tamandaré apoia adolescentes e jovens adultos em situação de vulnerabilidade e/ou de risco social, a fim de facilitar e promover a sua integração e reintegração social, cultural e profissional. 

Os objetivos do Programa Dona Carolina Tamandaré (PDCT)

  • Promove ação social, educacional, cultural e intelectual aos beneficiários;
  • Desenvolve práticas educativas que considerem a condição do estudante como pessoa em desenvolvimento, possibilitando-lhe o conhecimento e o desenvolvimento de suas potencialidades intelectuais;
  • Promove a integração e reintegração dos sobreviventes do câncer à sociedade;
  • Capacita beneficiários para o mercado de trabalho, impulsionando as chances de empregabilidade desses indivíduos acompanhados pelo PDCT;
  • Elabora projetos e fomenta experiências nas áreas da educação e da cultura e, ainda, estimula concomitantemente práticas de incentivo ao estudo, ao lazer, recreação e à integração social e familiar.

O PDCT está fundamentado em quatro pilares

Profissional: Realiza atividades de capacitação em um processo contínuo de desenvolvimento de habilidades, conhecimentos e competências necessários para o desempenho e inclusão no mercado de trabalho;

Assistencial: Realiza avaliação socioeconômica dos beneficiários e encaminha para acesso aos serviços de assistência social que estejam relacionados ao programa;

Educacional: Disponibiliza acesso a cursos educacionais e profissionalizantes que visem fomentar o pilar profissional e a permanência escolar dos beneficiários;

Sustentabilidade:  Assegura a perenidade do programa dentro do objetivo previsto, via relacionamento com doadores e o acompanhamento de indicadores-chave. 
 

Ilustração dos pilares do programa

Regulamento do programa 

Apoiar a reintegração educacional, social, cultural e profissional de adolecentes e jovens adultos através de:

  • Práticas educativas com respeito ao estudante como pessoa em desenvolvimento, para crescimento dos seus conhecimentos e talentos; Integração e reintegração de sobreviventes do câncer à sociedade;
    • Promoção de capacitações para a inserção ou reinserção no mercado de trabalho;
    • Projetos e experiências nas áreas da educação e da cultura de incentivo ao estudo, lazer, recreação e à integração social e familiar, aumentando as chances de empregabilidade.

Podem se candidatar ao programa os pacientes da pediatria com idade entre 12 e 29 anos de idade, com residência em São Paulo e região metropolitana e que estejam em situação de risco social. Também pertencem ao programa os beneficiários(as) originais da Fundação Dona Carolina Tamandaré com até 21 anos de idade.

Todo ano, a Fundação Antônio Prudente definirá o número de vagas que serão abertas para inscrição no programa. O preenchimento destas vagas será realizado através de um processo seletivo.

São necessários pelo menos dois itens desta listagem:

  1. Renda familiar per capita de até um salário mínimo. A renda per capita é a soma da renda de todos os moradores da casa, dividido pelo número de membros;
  2. Família monoparental. É aquela formada apenas por um membro responsável (pai, mãe ou aquele que detém a guarda);
  3. Estudante de escola pública ou escola particular na modalidade bolsista;
  4. Ser beneficiário(a) de Programas Sociais Governamentais;
  5. Estar em condições clínicas favoráveis para o acompanhamento e aproveitamento das atividades do programa.

No início de cada ano os beneficiários(as) serão triados pela coordenação novamente, para avaliação dos critérios de elegibilidade e manter sua vaga no programa.

O(a) beneficiário(a) deverá:

  1. Manter-se matriculado em escola, caso esteja em idade escolar;
  2. Manter o cadastro no PDCT atualizado;
  3. Ter ao menos 75% de comparecimento nas atividades colocadas à sua disposição;
  4. Atingir a nota mínima exigida nas formações e cursos ofertados pelo programa.

Casos excepcionais podem ser avaliados pelo A.C.Camargo, podendo ou não ser aprovados.

A participação no programa será descontinuada automaticamente nas seguintes situações:

  1. Quando o(a) beneficiário(a) do programa assistencial original da Fundação Dona Carolina Tamandaré atingir os 21 anos ou quando deixar de atingir os critérios de elegibilidade;
  2. Quando o(a) beneficiário(a) da pediatria acometido pelo câncer atingir 29 anos ou quando deixar de atingir os critérios de elegibilidade.
  3. Os(as) beneficiários(as) dos dois grupos acima podem ser desligados antes da idade limite, quando comprovadamente deixarem de atingir os critérios de elegibilidade ou não tiverem mais score de risco social conforme determinado pela equipe de Serviço Social;
  4. Quando o(a) beneficiário(a) descumprir seus deveres citados acima;
  5. Quando o A.C.Camargo não conseguir contato telefônico ou por e-mail com o(a) beneficiário(a) em três momentos diferentes, em horários distintos, durante dois meses;
  6. Por desejo do(a) próprio(a) beneficiário(a) ou responsável legal, após nova avaliação social e relatório final do A.C.Camargo;
  7. Por faltas ou notas abaixo do esperado nas atividades, cursos e formações.

O A.C.Camargo pode entrar em contato com você após o seu desligamento do PDCT e, ainda, enviar uma pesquisa de satisfação para promover a avaliação e melhorias constantes do programa. Após o desligamento do programa, o(a) beneficiário(a) poderá manter-se nos cursos que já realiza até a conclusão do semestre vigente do exercício para reduzir o impacto em sua formação, mediante aprovação da coordenação.

Se no processo de seleção você for classificado, mas não houver vaga disponível, seu nome será colocado em uma lista de espera, que terá duração até o próximo processo seletivo, ou no máximo 1 ano (12 meses).

Em situações de desocupação da vaga (por desligamento ou desistência) o próximo da lista será chamado, sendo avaliado novamente para ser admitido no programa.

Os auxílios cedidos pelo PDCT, inclusive consultas de psicologia, odontologia e oftalmologia, não têm conexão com a assistência médica do A.C.Camargo e sim, têm o objetivo de apoiar no desenvolvimento escolar e profissional. Portanto, o programa não inclui assistência clínica do A.C.Camargo de nenhuma natureza.

Esse regulamento deve ser assinado pelo beneficiário(a) no momento de sua admissão juntamente com o termo de adesão para oficializar sua entrada no PDCTe deve ser assinado o termo de desligamento para oficializar sua descontinuidade

Dúvidas

Entre em contato pelo telefone: (11) 2189 5000, ramal 2616 ou pelo e-mail: [email protected]
Atendimento de segunda-feira a quinta-feira, das 8h às 18h, sexta-feira, das 8h às 17h.

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?
Ao continuar você confirma ter ciência de nossa Política de Privacidade e dos respectivos Avisos de Privacidade e Proteção de Dados presentes em nosso Portal de Privacidade.
CAPTCHA
Esta pergunta é para testar se você é humano e para evitar envios de spam