Dicas para pacientes com câncer no carnaval | A.C.Camargo Pular para o conteúdo principal

Dicas para pacientes com câncer no carnaval

 
Publicado em:

Dicas para pacientes com câncer no carnaval

Saiba tudo sobre alimentação, hidratação e cuidados específicos para o paciente oncológico

Publicado em:
2 minuto(s) de leitura

Homem no carnaval, com camisa colorida, chápeu e óculos escuros, sorrindo

2 minuto(s) de leitura
Homem no carnaval, com camisa colorida, chápeu e óculos escuros, sorrindo

Saiba tudo sobre alimentação, hidratação e cuidados específicos para o paciente oncológico

Pacientes oncológicos têm todo o direito de viver a alegria do carnaval! Com cuidados específicos para cada caso e etapa do tratamento, os dias de folia podem ser aproveitados de modo seguro.

Confira estas dicas:

Pacientes em tratamento quimioterápico

A principal dica é evitar locais muito cheios, com aglomeração de pessoas.

Também é importante enfatizar: o consumo de bebidas alcoólicas deve ser evitado. O álcool pode piorar os efeitos colaterais da quimioterapia, como náuseas, desidratação e feridas na boca. Pacientes com câncer devem conversar com seu médico sobre o consumo de álcool. 

Lembre-se de se proteger do sol e manter-se bem hidratado.

Atenção aos medicamentos no carnaval

Bebidas alcoólicas e medicamentos não dão samba: quando combinados, podem inibir ou aumentar os efeitos, interferindo no sucesso do seu tratamento.

Depois da folia, não assuma o risco da automedicação. Procure sempre um médico.

Pacientes em tratamento radioterápico

O ponto de atenção para esses pacientes está relacionado à pele: adesivos e pinturas – típicas do carnaval – não devem ser aplicadas nas áreas irradiadas, que também devem estar bem protegidas do sol.

Evite jejuns prolongados e o consumo de bebida alcoólica. Pois, segundo estudo global que contou com o corpo clínico do A.C.Camargo, Alcohol drinking and head and neck cancer risk: the joint effect of intensity and duration (Consumo de álcool e risco de câncer de cabeça e pescoço: o efeito conjunto de intensidade e duração, em tradução livre), ao reduzir a intensidade do consumo de álcool, é possível mitigar o risco de câncer de cabeça e pescoço.

Pacientes pós-cirúrgicos

Cada cirurgia exige cuidados específicos. Siga rigorosamente as orientações de seu cirurgião sobre movimentos, alimentação, ingestão de bebidas e uso de medicamentos.

Cuidados com a alimentação

A alimentação de todo paciente durante o tratamento deve ser saudável e equilibrada. Os cuidados exigem atenção especial em relação à higienização dos alimentos e utensílios, além da hidratação.

Dicas importantes:

  • Prefira alimentos preparados em casa ou em locais conhecidos. Assim, é possível controlar a qualidade dos alimentos. Lembre-se: frutas, verduras e legumes crus devem ser higienizados corretamente com o uso da solução desinfetante de hipoclorito de sódio.
  • Carnaval é uma época muito quente, então a hidratação é fundamental. O consumo de água deve ser de, no mínimo, 2 litros por dia, preferencialmente nos intervalos das refeições. Outros líquidos podem ajudar na hidratação, como sucos naturais, chás e água de coco, mas a água sempre deve ser prioridade.
  • Alimentar-se de forma saudável e equilibrada é consumir regularmente frutas e hortaliças, leites e derivados magros, carnes (com preferência para carnes brancas), grãos e cereais.

Pacientes com cateter, drenos e sondas

Pacientes que possuem cateteres externos, drenos e sondas precisam ter cuidado especial para evitar traumas, perdas ou outras complicações. A dica também é válida para pessoas estomizados.

Caso esteja com receio de descolamento da bolsa e da base, utilize o cinto de estoma para maior fixação.

E lembre-se de esvaziar a bolsinha periodicamente.

Outros cuidados gerais

De modo geral, evite sair ou viajar para locais com aglomeração de pessoas.

Escolha lugares frescos e monte o próprio kit, com água, medicações, entre outros. Por mais desbravador que você seja, organize-se.

É importante planejar seu trajeto e destino final. Jornadas maiores ou não programadas podem gerar mal-estar. Por fim, tenha sempre alguém com quem contar, caso precise de ajuda.

 

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?
Ao continuar você confirma ter ciência de nossa Política de Privacidade e dos respectivos Avisos de Privacidade e Proteção de Dados presentes em nosso Portal de Privacidade.
CAPTCHA
Esta pergunta é para testar se você é humano e para evitar envios de spam

Veja também

Covid-19: como a quarentena influencia nosso sono
Ter sonhos vívidos ou dormir de forma intermitente durante a noite costumam ser características que ocorrem em momentos de estresse, como a pandemia do novo Coronavírus Covid-19 e nossa relação com o sono. Durante o isolamento social, muitas pessoas dizem...
Covid-19: aprenda a higienizar os alimentos
Confira dicas práticas para a prevenção – inclusive em vídeos – e use a nutrição a seu favor em meio à pandemia A Covid-19 também gera dúvidas em relação à higienização dos alimentos. Até o momento, não há evidências de...
Covid-19: atividade física em tempos de isolamento social
Mesmo em casa, é possível manter o bom condicionamento e espantar a preguiça Com a pandemia da Covid-19, mudamos nossa rotina para ficarmos confinados dentro de casa, como forma de reduzir a proliferação do vírus. Com as academias fechadas e...
Podcast Rádio Cancer Center #10 - Como manter a mente calma em tempos de Covid-19
Escute uma conversa que ensina táticas para se reinventar e passar bem por esta atípica fase de novo Coronavírus A Covid-19 volta a ser assunto, claro. Vamos falar dos efeitos psicológicos em tempos de Covid-19. A convidada especial é a...
Como manter sua saúde mental em tempos de Coronavírus
Seis passos para ter em mente durante a pandemia da Covid-19 Quem passa pelo tratamento de câncer já enfrenta um momento delicado. Em meio a tudo isso, ainda surge uma epidemia do novo Coronavírus, a Covid-19. O momento traz incertezas...