Chegou o inverno. Descubra os cuidados necessários na estação mais gelada do ano

Publicado em: 20/06/2015 - 21:06:00

Além de se proteger do frio para evitar doenças como a gripe, diversos cuidados são necessários na estação mais fria do ano. Atividades que auxiliam na manutenção do calor no corpo, como a exposição ao sol e o consumo de bebidas quentes, podem ser uma alternativa, mas merecem atenção.



uso de protetor solar, por exemplo, não se limita ao verão. A emissão de raios ultravioleta ocorre durante todo o ano, tornando importante o uso de filtro solar também no inverno para a prevenção de lesões cutâneas, queimaduras e envelhecimento precoce da pele, além de câncer de pele. Já o paciente oncológico deve proteger-se ainda mais, evitando se expor ao sol o máximo possível ou reforçando o uso do protetor solar.

Dentro de casa, o alerta surge na hora do banho: evite temperaturas altas da água do chuveiro e utilize pouco sabonete, ações que podem intensificar o ressecamento da pele – o inverno costuma ser a estação mais seca do ano.

Também é importante manter-se sempre hidratado. A diminuição da sede não reduz a necessidade de beber água ou líquidos. A quantidade média indicada diariamente é de cerca de 2 litros, independentemente da época do ano. Bebidas como o chá-verde podem colaborar para a hidratação, mas atente-se à temperatura: há um limite recomendável de 65 ºC. De acordo com pesquisas publicadas na British Medical Journal, bebidas muito quentes podem estar ligadas ao desenvolvimento de tumores na cavidade oral, faringe e esôfago.

alimentação é outro ponto de destaque. Sopas costumam ser mais consumidas nessa época do ano. Além de sua temperatura, observe também os ingredientes utilizados: alimentos com excesso de gorduras e embutidos podem aumentar o risco de desenvolvimento de tumores no intestino. Já alimentos ricos em vitaminas e minerais, como legumes, hortaliças e frutas, podem ajudar na prevenção desse tipo de câncer.

O tempo frio não deve desestimular a prática de exercícios físicos, que ajudam a inibir o sobrepeso – outro fator de risco para tumores colorretais.

Por fim, a sensibilidade ao frio pode se acentuar em pacientes oncológicos, devido à possível queda da imunidade do organismo durante o tratamento. Por isso, opte preferencialmente por roupas de algodão, agasalhe-se apropriadamente (o uso de luvas, gorros e meias pode ajudar na prevenção de reações decorrentes dessa sensibilidade) e evite consumir alimentos de procedência duvidosa, sem a correta higienização.

Fonte: <http://www.bmj.com/content/338/bmj.b929>.

Dr. Felipe José Fernandez Coimbra - CRM 93020
Diretor do Núcleo de Cirurgia Abdominal
Especialista em Cirurgia Geral - RQE 30635
Especialista em Cancerologia Cirúrgica - RQE 30634

Dr. Marco Antônio Oliveira - CRM 89308
Médico Titular do Núcleo de Câncer de Pele
Especialista em Dermatologia - RQE 35953

Dr. Samuel Aguiar Jr. - CRM 84495
Diretor do Núcleo de Tumores Colorretais
Especialista em Cancerologia Cirúrgica - RQE 43422

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?
Ao continuar você confirma ter ciência de nossa Política de Privacidade e dos respectivos Avisos de Privacidade e Proteção de Dados presentes em nosso Portal de Privacidade.
CAPTCHA
Esta pergunta é para testar se você é humano e para evitar envios de spam

Veja também

"Tirinhas sem Graça" - Cartunistas deixam a piada de lado e falam sério sobre câncer de próstata
O câncer de próstata é um assunto que deve ser sempre levado a sério. Baseado nesse conceito, o A.C.Camargo divulgou a ação "Tirinhas sem Graça", criada pela agência J. Walter Thompson, com ilustrações de alguns dos principais cartunistas do Brasil sobre a importância do diagnóstico...
462 anos de São Paulo: conheça alguns destaques da maior cidade do país
A cidade mais populosa de toda a América celebra hoje 462 anos. São Paulo não só é um município de grande influência política e econômica, mas também local de ricas histórias, com locais e personagens marcantes. Como homenagem à cidade sede do A.C.Camargo, conheça alguns...
7 entre 10 casos de câncer de fígado e estômago são relacionados com Hepatites B e C e H. pylory
Estimativa realizada pelo A.C.Camargo Cancer Center aponta que 70% dos tumores de estômago são associados à presença da bactéria H. pylori. O mesmo percentual é atribuído às Hepatites B e C em relação ao hepatocarcinoma, tipo mais comum de câncer no fígado. Além dessas infecções...
A perigosa relação dos jovens com o cigarro
Momento de transição para a idade adulta, é na adolescência que, geralmente, acontece o período de autoafirmação social. É nessa fase que a adoção de comportamentos e a tomada de algumas decisões podem trazer consequências prejudiciais à saúde. Um desses exemplos é o cigarro, que...
A relação entre tabagismo e obesidade com câncer de pâncreas
Os dados podem assustar: fumantes têm risco de 2 a 6 vezes maior do que não fumantes de desenvolver câncer de pâncreas; entre 20% e 30% dos pacientes diagnosticados são fumantes; e 20% dos pacientes são obesos e diabéticos obesos. A principal forma de prevenir...