Coronavírus: por que
tomar a vacina contra
a gripe é importante
Coronavírus: por que
tomar a vacina contra
a gripe é importante

Publicado em: 20/03/2020 - 17:45

Campanha nacional de imunização deve proteger os idosos na primeira fase da vacinação

Como forma de prevenir o Coronavírus (Covid-19), a campanha nacional de vacinação contra a gripe – vírus Influenza – será antecipada em todo território nacional.

Pessoas com mais de 60 anos e profissionais da saúde terão prioridade na primeira fase da vacinação, que será em 23 de março.

A partir de 16 de abril, o público-alvo se estende para professores, profissionais das forças de segurança e de salvamento e pacientes com doenças crônicas, como hipertensão, asma, diabetes, entre outras.

Crianças de 6 meses a menores de 6 anos completos devem se vacinar contra a gripe no dia 9 de maio, dia D da campanha.

Nesta data, a vacinação engloba também toda a população, e grupos como adultos entre 55 e 60 anos incompletos, gestantes, puérperas (aquelas que deram à luz recentemente) e indígenas devem se proteger.

A campanha se estenderá até 23 de maio em todos os postos de saúde do Brasil e toda a população tem de tomar a vacina.


Protege contra o Coronavírus?

A vacina contra a gripe não protege contra o Coronavírus. Mas é uma maneira de resguardar os mais vulneráveis contra doenças respiratórias, que podem impactar o sistema imunológico e favorecer o aparecimento de outras infecções.

“A vacina contra a gripe é muito importante e a antecipação da campanha em um momento de pandemia do Covid-19 se dá para diminuir a incidência de infectados com Influenza. Essas pessoas deixam de procurar os prontos socorros dos hospitais, diminuindo a transmissão e aumentando o diagnóstico preciso do Coronavírus”, diz Dr. Ivan França, head do Departamento de Infectologia e do SCIH (Serviço de Controle de Infecção Hospitalar) do A.C.Camargo Cancer Center.

Segundo o infectologista, o paciente imunocomprometido (ou seja, aquele que possui alguma doença que diminui a imunidade, como o câncer, por exemplo) é prioridade na hora de tomar a vacina.

“Assim como as pessoas que moram com um paciente em tratamento, elas também devem ser vacinadas, pois podem levar a gripe para casa”, alerta.

A recomendação também se estende para pacientes que estão em quimioterapia, radioterapia, pós-operatório ou qualquer outro tipo de tratamento oncológico.

Mais Coronavírus
- Coronavírus: é seguro viajar de avião?
- Como se proteger
- Coronavírus e o paciente oncológico

- Nova política para visitas e acompanhantes
- Recomendações importantes
- Dúvidas mais frequentes
- O que é
- Estudo avalia relação do Coronavírus com o câncer